João Pessoa, 19 de maio de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ROMANCE

Lula vai casar ao sair da prisão, diz ex-ministro

Comentários:
publicado em 19/05/2019 às 09h37
atualizado em 19/05/2019 às 17h29
(Foto: VisualHunt)

O ex-ministro e economista Luiz Carlos Bresser afirmou que o ex-presidente Lula está apaixonado e tem planos de se casar. As declarações foram divulgadas nas redes sociais de Bresser nesse sábado (18), em um texto em que ele conta ter visitado o ex-presidente na última quinta-feira (16).

“Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”, conta trecho da publicação, que também afirma que o petista está ‘em ótima forma física e psíquica’.

De acordo com reportagem do CORREIO24Horas, Lula está se relacionando com uma mulher que tem cerca de 40 anos e faz visitas frequentes à sua cela na Polícia Federal.  O texto de Luiz Carlos não conta detalhes do namoro do ex-presidente, mas revela que ele agora foca em provar sua inocência.

“Está mais do que na hora de os brasileiros verem Lula livre. Já é tempo de o STF reconhecer tacitamente que ele foi vítima de uma estratégia política através da qual a Força Tarefa da Lava Jato buscou apoio das elites liberal-conservadoras para sua carreira política”, escreveu.

Lula foi casado com Marisa Letícia por mais de 40 anos e não assumiu publicamente nenhum outro relacionamento desde a morte da sua esposa, em janeiro de 2017.

Confira texto na íntegra:

Visita a Lula na prisão

Na última quinta-feira eu visitei Lula. Ele está em ótima forma física e psíquica. Sua grande preocupação agora é com a defesa da soberania – com a união dos brasileiros para defender o Brasil e seu povo contra isso que está aí. Sua maior demanda é a de ter reconhecida sua inocência. Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar.

Seu grande projeto é o de negociar um grande acordo nacional em defesa dos trabalhadores e das empresas – em defesa da soberania necessária para a retomada do desenvolvimento. No plano internacional diz que é contra qualquer intervenção na Venezuela, mas que é preciso reconhecer os erros de Maduro e do próprio Chávez. Conta que muitas vezes aconselhou o Chávez, que era uma pessoa ótima, mas cabeça-dura. Ouvia os conselhos com atenção, mas não os seguia.

Foi uma honra ter sido convidado por Lula para visitá-lo. Ele estava mais interessado em discutir a crise atual do que ideias. Disse-me que quando sair da prisão, vai me convidar para um almoço só para me ouvir falar sobre câmbio. Eu lhe dei uma cópia do meu livro A Construção Política do Brasil, onde afirmo que fez um belo governo, mas errou em deixar o juro alto e o câmbio apreciado. 
Está mais do que na hora de os brasileiros verem Lula livre. Já é tempo de o STF reconhecer tacitamente que ele foi vítima de uma estratégia política através da qual a Força Tarefa da Lava Jato buscou apoio das elites liberal-conservadoras para sua carreira política.

A política brasileira precisa de um líder sem ressentimentos como é Lula. Livre, ele lutará pelo grande acordo nacional que é tão necessário para o Brasil sair da crise em que está mergulhado desde 2014.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também