João Pessoa, 10 de abril de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
100 DIAS DE GOVERNO

João Azevêdo anuncia concurso e lança Sistema de Monitoramento

Comentários:
publicado em 10/04/2019 às 12h49
atualizado em 10/04/2019 às 16h13

Nos 100 dias de sua gestão,  governador João Azevêdo (PSB) destacou, na manhã desta quarta-feira (10), a estruturação do projeto Cooperar como um dos principais marcos do período. O investimento do governo no projeto totaliza R$ 300 milhões. Na solenidade de comemoração, Azevêdo anunciou concurso público e formalizou a criação de três Centros de Comando e Controle na Segurança Pública, uma de suas promessas de campanha.

“Em fevereiro recebemos essa missão, que era quase impossível realizar”, afirmou, relembrando as dificuldades para liberação do empréstimo da Paraíba junto ao Banco Mundial. A partir da autorização, o Projeto Cooperar receberá um investimento de R$ 300 milhões. “Em um segmento que é a base da economia”, frisou.

Outra promessa de campanha, a realização de concurso público para o Magistério, foi confirmada pelo governador para o final de abril, com o lançamento de edital com 1 mil vagas para professores.

O gestor considerou positivos os primeiros meses de governo e considerou que os 100 dias chegaram a  extrapolar todas as expectativas. “Nos comprometemos em dar prosseguimento a um projeto vitorioso e é isso que estamos fazendo. Manter o ritmo, a ação e o lançamento de novos programas e fazer com que a Paraíba continue avançando”, destacou.

Em relação aos Centros de Monitoramento e Controle, o governador acrescentou que os equipamentos darão um suporte maior para todo sistema e aparato de segurança prestar melhores serviços à população.

Apoio da bancada federal

João Azevêdo destacou a coalizão entre os parlamentares da bancada federal para arregimentar verbas para a Paraíba, a exemplo de R$ 60 milhões em emendas impositivas, recursos que serão investidos na reforma da Maternidade Frei Damião e construção de um Instituto de Polícia Científica (IPC).

Para João Azevêdo, mesmo pertencendo a agrupamentos políticos distintos, os parlamentares devem compromissos com a população do Estado. Ele lembra que antes de assumir o posto foi à Brasília e se reuniu com todos os deputados e senadores no sentido de construir a unidade.

“Visitei todos os gabinetes porque qualquer cidadão tem obrigação com a população seja de oposição ou da base. Eu não fui a Brasília em dezembro buscar apoio político. Fui atrás de recursos para o Estado da Paraíba. Esses recursos foram garantidos em função da ação do governo de ter ido lá conversar com os senadores e deputados independentemente de partidos políticos. Para mim, é fundamental os interesses da Paraíba estarem acima de qualquer coisa”, destacou.

Roberto Targino e Albemar Santos – MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também