João Pessoa, 25 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
saúde

Dengue cresce 224% no Brasil; PB tem queda

Comentários:
publicado em 25/03/2019 às 14h43
atualizado em 25/03/2019 às 19h50
Até a 19ª Semana Epidemiológica foram registrados 24 óbitos por arboviroses, dois confirmados para dengue (Araruna e João Pessoa)

Dados do Ministério da Saúde divulgados nesta segunda-feira (25) apontam que o número de casos de dengue no estado do Paraíba teve queda de 6,9% em comparação com o mesmo período do ano passado. Ainda segundo os dados da Saúde, até o dia 16 de março deste ano, o estado notificou 963 casos da doença.

No mesmo período de 2018, foram 1.034 casos. A incidência no estado é de 24,1 casos/100 mil habitantes. A Paraíba não registrou óbitos em decorrência da doença neste ano.

Em 2019, os casos de Chikungunya já chegam a 158, em comparação aos 173 do ano passado. A Zika, também transmitida pelo Aedes aegypti, causou 24 ocorrências no estado.

O número vai em sentido contrário dos registros na maior parte do país, onde tem sido apontado aumento nos casos de dengue. Os estados mais preocupantes são os de Tocantins, Acre, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Distrito Federal.

O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber, reforça que a melhor forma de evitar o agravamento e as mortes por dengue é com diagnóstico e tratamento oportunos.

“O Brasil vem de dois anos seguidos com baixa ocorrência de dengue, portanto é necessário que os profissionais de saúde estejam atentos a esse aumento de casos. É preciso que eles estejam mais sensíveis e atentos para a dengue na hora de fazer o diagnóstico. Quanto mais cedo o paciente for diagnosticado e der início ao tratamento, menor o risco de agravamento da doença e de evoluir para óbito”, explica Wanderson.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também