João Pessoa, 22 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
audiência de custódia

Roberto Santiago vai para 1º Batalhão da PM

Comentários:
publicado em 22/03/2019 às 12h46
atualizado em 22/03/2019 às 18h39

A Justiça manteve no final da manhã desta sexta-feira (22) a prisão preventiva do empresário Roberto Santiago durante audiência de custódia no Fórum Criminal, em João Pessoa.

O juiz Henrique Jorge Jácome decidiu que ele irá ficar detido no 1º Batalhão da Polícia Militar, localizado no bairro do Varadouro, na Capital paraibana por questões de segurança.

Foi determinado pelo magistrado processante que Roberto Santiago está proibido, expressamente, de receber a visita de qualquer pessoa, salvo familiares de primeiro e segundo graus e dos advogados de defesa. A medida tomada visa evitar a ingerência de influência política no processo judicial.

Durante a audiência de custódia, o juiz não fez perguntas relacionadas aos fatos objeto das investigações ou com finalidade de produzir prova. “Mesmo não possuindo curso superior, foi acordado que, por uma questão de organização prisional e segurança, encaminhar o custodiado para um dos Batalhões da Polícia Militar”, explicou o juiz Henrique Jácome.

Roberto Santiago foi preso durante a manhã  pela Polícia Federal durante a terceira fase da Operação Xeque-Mate, que investiga um esquema criminoso em Cabedelo. De acordo com a Polícia Federal, Santiago foi preso sob suspeita de está cooptando testemunhas.

MaisPB 

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também