João Pessoa, 19 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ALERTA

Saúde de JP pode ficar sem 48 médicos

Comentários:
publicado em 19/03/2019 às 19h57
atualizado em 20/03/2019 às 06h48
A- A+

O cancelamento dos contratos de 48 profissionais do Mais Médicos em João Pessoa causa alerta na capital. A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou uma audiência nesta terça-feira (19) para discutir a não renovação dos contratos do programa e vereadores devem enviar um requerimento à bancada federal paraibana para cobrar providências para o problema.

Presente na audiência, a secretária adjunta de saúde, Ana Giovana, lamentou que, atualmente, haja a carência de 15 profissionais de medicina nas Unidades de Saúde da Família, devido ao cancelamento dos contratos.

Também na sessão, o tutor do Mais Médicos da Universidade Federal da Paraíba, Felipe Proença, apresentou dados como o número de médicos contratados pelo programa, os avanços obtidos, o aumento do número de consultas realizadas, a redução das internações, constatação de melhorias na saúde das cidades brasileiras, entre outras informações.

De acordo com o vereador Milanez Neto, o requerimento que será enviado para a bancada federal paraibana deve ser votado nesta quarta-feira (20) e deve contar com o voto favorável de todos os parlamentares.

Segundo Milanez, os 48 médicos que correm o risco de não terem seus contratos renovados, devido ao fim do programa Mais Médicos, prestam um serviço essencial na Atenção Básica de Saúde de João Pessoa.

O vereador Marcos Henriques destacou a importância do programa para o país e as cidades brasileiras. “O fim do programa Mais Médicos também é o fim de outros programas de grande impacto social, como o de segurança alimentar e o de moradia, por conta de uma política excludente”, lamentou.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também