João Pessoa, 19 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DISCURSO

Ricardo critica execração pública e condenação prévia na ‘Calvário’

Comentários:
publicado em 19/03/2019 às 14h04
atualizado em 19/03/2019 às 17h15
A- A+

Durante solenidade do Governo do Estado no Espaço Cultural, nesta segunda-feira (19), o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) rechaçou julgamentos antecipados ao prestar solidariedade à ex-secretária de Administração, Livânia Farias, presa na operação Calvário.

Em seu discurso, o socialista citou uma campanha de difamação pública que “não intimidará o governo” e afirmou que na atual gestão “ninguém solta a mão de ninguém”. Coutinho acrescentou que “esse filme” de execração pública e condenação prévia já foi assistido no Brasil.

“Alguém que exerce cargo público há 12 anos no primeiro escalão, criminalizada porque compra uma casa em algum lugar no sertão da Paraíba. Será que isso é o correto?”, questionou.

Ao demonstrar solidariedade a Livânia, o ex-governador afirmou que ela saberá explicar as denúncias investigadas.

“O que vale no Brasil de hoje não é simplesmente a ausculta, a busca da verdade. O que vale é a espetacularização, a execração pública, a condenação prévia, porque quando chegar a hora do julgamento essa pessoa já estará condenada”, pontuou.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também