João Pessoa, 18 de fevereiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
MAISTV

Expansão da rede de gasoduto atrairá novos segmentos para João Pessoa

Comentários:
publicado em 18/02/2019 às 11h57
atualizado em 18/02/2019 às 18h24
(Foto: Albemar Santos/MaisPB)

A expansão da rede de gasoduto no Distrito Industrial de João Pessoa, entregue nesta segunda-feira (18), deve atrair indústrias de outros segmentos para a região. De acordo com a presidente da Companhia Paraibana de Gás (PBGás), Tatiana Domiciano, o campo vidreiro, metalúrgico e cerâmico são estimulados com obra.

Ainda segundo Tatiana, a expectativa é que até 2020 aconteçam outras etapas para que as termoelétricas possam funcionar com gás natural de maneira integral. Isso porque, neste primeiro momento, o gás natural vai ser usado apenas para gerar vapor das caldeiras, para pré-aquecer o óleo que alimenta os motores.

O presidente da Empresa Centrais Elétricas da Paraíba (Epasa), José Ferreira Abidal, reforça que a mudança também beneficia a natureza com a redução de emissão de gases poluentes e a diminuição de custos. “É uma redução de 17%, o que é uma diminuição muito significativa”, relata.

Ainda segundo ele, a expansão da rede será o teste para considerar a transformação dos motores, que deixariam de atuar com óleo combustível e migrariam para gás.

O governador João Azevêdo comemorou a instalação. Segundo ele, com essa ação a Paraíba se aproxima de se tornar um polo gerador de energia e também para a distribuição.

“Com isso, o meio ambiente agradece e ao mesmo tempo a gente fortalece essa matriz energética no estado e é isso que estamos buscando, é um grande primeiro passo”, avaliou o gestor.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também