João Pessoa, 12 de junho de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
PRINCESA ISABEL

Ex-prefeito escapa de condenação após liminar

Comentários:
publicado em 12/06/2015 às 18h28
atualizado em 12/06/2015 às 18h31

O desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, do Tribunal de Justiça da Paraíba, concedeu liminar requerida pelo advogado Edward Johnson, suspendendo condenação transitada em julgado do ex-prefeito de Princesa Isabel, Dr. José Sidney Oliveira.

Através de uma ação rescisória, o ex-prefeito Dr. Sidney requereu ao Tribunal de Justiça da Paraíba a anulação de uma sentença que o condenou por improbidade administrativa. A juíza da comarca de Princesa Isabel havia condenado o ex-gestor ao pagamento de multa de mais de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), proibindo-o, ainda, de contratar com o poder público, além de suspender seus direitos políticos.

Segundo o advogado Edward Johnson, a condenação partiu de juízo incompetente, já que os recursos tratados no processo eram de origem federal, não podendo a Justiça Estadual julgar a ação de improbidade proposta pelo Ministério Público.

Ao apreciar o pedido de liminar, o Desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, referindo-se à ação de improbidade onde foi proferida a sentença condenatória, ressaltou que “as verbas em questão estão sujeitas a prestação de contas perante órgão federal, fato que evidencia a competência da Justiça Federal para processar e julgar a demanda”.

Diante da denunciada incompetência da Justiça Estadual, a liminar foi concedida para suspender os efeitos da sentença condenatória até o julgamento da ação rescisória proposta.

De acordo com o advogado Edward Johnson, a liminar autoriza o ex-prefeito Dr. Sidney Oliveira a continuar exercendo a medicina pública, através da qual tem prestado assistência a pessoas carentes e salvado centenas de vidas.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também