João Pessoa, 21 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DURANTE AUDIÊNCIA

Vereador de Piancó é preso por suposto crime contra promotor de Justiça

Comentários:
publicado em 17/09/2014 às 16h54

O vereador e advogado piancoense Antônio Pádua Leite (PT), que é líder do prefeito Sales Lima (DEM) na Câmara Municipal, foi preso no começo da tarde desta quarta-feira, 17, durante uma audiência no fórum local.

A informação é que o parlamentar mirim teria caluniado o Ministério Público Estadual, motivando o promotor Uirassu de Melo Medeiros a lhe dar voz de prisão.

A audiência era comandada pela juíza Bárbara Bortolluzi e objetivava a ouvir o vereador, que é dono de um blog, sobre um outro suposto crime contra a honra de outro membro do Ministério Público, no caso a promotora Geonva Patrícia do Rego, que teria sido vítima de matéria ofensiva publicada no blog de Padua no dia 17 de agosto de 2012. No caso em tela, Padua Leite foi processado por difamação e injuria.

Segundo o promotor, Uirassu de Melo Medeiros, Pádua, que já é réu, praticou outro crime no momento em que estava depondo.

O representante do Ministério Público resolveu dar voz de prisão ao vereador e acionou a policia militar que conduziu Pádua até a delegacia de polícia civil. O delegado José Pereira realizou os procedimentos legais e em segida o vereador petista assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Ele vai responder ao processo em liberdade.

Ainda na delegacia, Pádua Leite disse que vai representar o promotor de justiça Uiraussú de Melo na Corregedoria Geral de Justiça e no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Segundo Pádua Leite, existe um corporativismo no Ministério Público de Piancó.

 MaisPB com Vale News PB

Leia Também