João Pessoa, 18 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Conservação das praças

Comentários:
publicado em 06/04/2011 às 07h43

Oferecer espaço para os debates de temas que mexem com a vida dos paraibanos é também papel essencial desta coluna, além da análise do cotidiano político estadual. Por isso, vez por outra, o colunista recebe valiosa contribuição de leitores preocupados com o bem-estar social e a discussão dos assuntos de interesse coletivo.

É o que fez o cidadão pessoense Inaldo Pereira da Silva (inaldop@uol.com.br). Ele apresenta razoável preocupação sobre a conservação de nossas praças públicas, marca do governo socialista em João Pessoa. Para Inaldo, antes de se falar na construção de parques ambientais é preciso preservar o patrimônio que já temos.

Ele critica os bancos das praças, chama-os de “tamboretes de cimento” e reclama da falta de encosto, motivo de desconforto para famílias. Questiona ainda a ausência da Guarda Municipal para garantir a segurança dos freqüentadores dos espaços públicos de lazer e sugere a contratação de funcionários para manutenção diária dos equipamentos.

Cita a Praça Chateaubriand Arnaud, em Manaíra, como exemplo. “Não existe um só ponto para regar plantas. Os ‘tamboretes’ estão velhos e sujos. Quando chove a quadra fica cheia de poças d’água. Não existe rede de proteção em volta da quadra. Mendigos deixam uma sujeira de odor insuportável. Para completar o triste quadro, os moradores fizeram dela ‘sanitário para cachorros’”, lamenta o atento morador.

Ao final, reforça a sugestão da provisão de pessoal destinado à conservação das praças, o que anularia a precisão de novos gastos no futuro. Uma observação pertinente.

Mutirão – Por falar no assunto, por determinação do prefeito Luciano Agra (PSB), equipes da Prefeitura da Capital tem realizado serviços de pequenas reformas nas praças da cidade.

Prestígio – O Restaurante Mangai concentra hoje o metro quadrado mais disputado entre os políticos no lançamento da Revista Politika, do irrequieto multimídia Fabiano Gomes.

Rômulo prepara voo – O vice-governador Rômulo Gouveia (PSDB) deixou escapar o que a coluna já havia antecipado. Por estratégia, o gordinho vai papar o B da sigla pela qual foi eleito e voar para o PSD, de Kassab. Ontem, Gouveia já falou como dirigente e anunciou a filiação de outras lideranças ao partido. Mesmo assim continua negando a mudança.

Reação no ninho – Pelo sim, pelo não, o secretário do PSDB, João Fernandes, disse que só cabe a direção tucana respeitar a decisão do filiado. “Se Cássio e Ricardo não segurar Rômulo, quem mais ele poderá atender”, indagou Fernandes em entrevista ao MaisPB.

Antes tarde… – Até o fechamento da coluna, a bancada federal paraibana, inclusive os parlamentares da Oposição, estava reunida em Brasília para fechar uma pauta prévia de nova reunião com o governador Ricardo Coutinho. Nunca é tarde para reparar um equívoco.

Remanejamento – No Cara a Cara do Correio Debate (rádio), o deputado Gervásio Filho (PMDB) garantiu que a Oposição vota na MP, desde que o Governo se comprometa a reconstruir Camará.

Entraves – Para o líder Lindolfo Pires, o Governo em nenhum momento descarta a reconstrução da barragem, porém prega que isso só é possível depois de vencidos os impeditivos legais.

Recursos – A propósito, o governador Ricardo tratou de soluções para o abastecimento do Brejo e Curimataú, em audiência ontem com o ministro da Integração, Fernando Bezerra.

A escolhida – O prefeito Veneziano Vital assanhou as especulações sobre a sucessão municipal em Campina, ao levantar a possibilidade de uma mulher vencer as próximas eleições.

Peças – Entre as opções estaria a secretária de Saúde, Tatiana Medeiros. A depender de acordo com o grupo Ribeiro, a deputada Daniella Ribeiro (PP) seria outra alternativa no xadrez.

Carne na sopa – O deputado Toinho do Sopão aprendeu mais rápido do que se imaginava. Quer mais caldo do Governo para o PTN. “É preciso o Governo dá uma olhadinha para o PTN”.

Até que enfim – Campeão de bravatas, o deputado Tião Gomes (PSL) conseguiu produzir algo positivo ao apresentar Lei do passe livre interestadual aos portadores de insuficiência renal.

Em Patos – Causou rebuliço a decisão do vereador Almir (PSDB), irmão do deputado Antônio Mineral, de assumir a liderança do prefeito Nabor Wanderley (PMDB) na Câmara.

Em Guarabira – Por pouco a sessão na Câmara não terminou em tapa. Os vereadores Jader Filho e Gerson do Gesso trocaram insultos. Gerson se retirou da Casa pelas portas dos fundos.

Taquicardia – O coração do deputado Damião Feliciano deve ter sofrido palpitação ao saber que os vereadores Raoni Mendes e Geraldo Amorim namoram a tese de filiação ao PSD.

PINGO QUENTE – “Seria situação se Maranhão estivesse no Governo. Infelizmente ele perdeu”. Lógica do deputado Doda de Tião (PMDB), justificando casamento com o Governo.

 

Leia Também