João Pessoa, 18 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Desagregação

Comentários:
publicado em 10/04/2011 às 10h04

A euforia em torno do furacão PSD pode render estremecimentos na base aliada do governador Ricardo Coutinho. A depender dos últimos movimentos, parte considerável das lideranças com ligações próximas ao cassismo tende a desembarcar no projeto abraçado pelo vice-governador Rômulo Gouveia.

O novo presidente do PSD tem todo o direito de lutar e engendrar articulações para fortalecer sua legenda. Ninguém pode tirar essa prerrogativa de Rômulo. O problema é que a estratégia tende a provocar estragos em legendas “amigas” e milindrar relações políticas com partidos do bloco governista.

É o caso do Democratas, do ex-senador Efraim Morais. É presumível que o cacique não tenha recebido com entusiasmo o assédio ao ex-vice José Lacerda Neto e a vereadora Raíssa Lacerda, única vereadora eleita do DEM, em João Pessoa. O deputado Manoel Ludgério também sinaliza saída do PDT, de Damião Feliciano.

Setores do Governo já externam certa preocupação com o processo e defendem cautela para evitar ruídos políticos desnecessários. Crise interna a essa altura só atrapalharia. Focada na solução dos desafios administrativos, a gestão não quer sofrer os efeitos do mal estar na convivência de aliados fundamentais à governabilidade.

Por isso, Rômulo Gouveia, reconhecido pela habilidade e trato político civilizado, deve aperfeiçoar o “jogo de cintura” na prospecção de filiados. Terá que oxigenar o PSD sem tirar fôlego de quem lhe ajudou a ser vice-governador.

Avanço – Leve pombo correio voa com desenvoltura na construção de diálogo em torno do Aeroclube. Treinado, só pousa em paradas seguras para garantir a entrega do bilhete.

Entendimento –Pelo o que a coluna conseguiu apurar, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, já teve acesso as versões de ambos os lados e terá papel decisivo na construção de final feliz.

O vice de Luciano Agra – Os socialistas ou integrantes do coletivo girassol interessados no assunto murcharam ao ouvir o prefeito Luciano Agra defender uma “chapa temperada”, em caso de disputar a reeleição. Arquiteto e familiarizado com planilhas e maquetes, vê mais solidez na construção de aliança com nome testado nas urnas, oriundo de outra legenda.

O argumento de Cícero – Questionamento formulado pelo senador Cícero Lucena sobre a revoada de Rômulo Gouveia. “O PSDB aprovou por unanimidade o nome dele para vice e desistiu do lançamento de candidatura própria”. Para Cícero, os tucanos que avalizaram a vice foram “lesados”.

Contradição? – A Oposição não deveria questionar remanejamento de recursos para o Centro de Convenções. A tese é do líder do Governo, Lindolfo Pires, para quem os oposicionistas, responsáveis pelo início das obras, deveriam agir com coerência e ajudar na continuidade do projeto.

Pedra no caminho – Informação apurada pela repórter do Correio em Brasília, Hilda Cavalcante. Entrevero de Maranhão com a então ministra Dilma tem contribuído para o atraso da nomeação.

Corpo e alma – Nem só de oração vivem os frades, principalmente os que botam fé na política. Frei Anastácio (PT) caminha uma hora por dia na esteira, logo cedinho, ouvindo rádio.

O rio só corre… – A prefeita de Barra de São Miguel, Luzinectt Teixeira, se prepara para deixar o PMDB. Recebeu convite e aceitou ser a mais nova socialista (PSB) do Cariri paraibano.

…Pro mar – Quem também deve tomar chá de girassol nos próximos dias é o prefeito Nobinho Almeida (PTB). Ágil, matou as últimas esperanças do padrinho Armando Abílio.

Propina – Adolescente que fugiu do CEA de Mangabeira acusou um monitor de cobrar mil reais pela facilitação da fuga. Denúncia a ser investigada pelo secretário Harrisson Targino.

Só no Executivo – A secretária de Saúde de João Pessoa, Roseana Meira, descartou disputar cadeira de vereadora na próxima eleição. “Pretendo seguir no Executivo até o fim da gestão”.

Peneira – Aviso do secretário Nonato Bandeira aos prefeitos que se escalam para adesões ao Governo. “Nosso interesse é por gestores que estejam sintonizados com o projeto”.

Saldo positivo – O Comitê Olímpico Brasileiro investirá R$ 4 milhões nas Olimpíadas Escolares, programada para setembro em João Pessoa. Só os hotéis vão faturar R$ 2 milhões.

Alerta – Depois da chacina do Realengo, aumentou a tensão entre os alunos do tradicional Colégio da Prata em Campina Grande, alvo cotidiano da ação de traficantes e bandidos.

Previdência – Pelos recentes episódios, se eu fosse o deputado Ludgério prepararia solenidade pacífica de boas vindas e saudação ao novo companheiro de pasta, sargento Dênis Folidol.

PINGO QUENTE – “O retrovisor da Oposição é tão potente que atinge até o Governo Cássio”. Do deputado Lindolfo Pires, ao rebater acusação de que o atual Governo não esquece a gestão passada.