João Pessoa, 18 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM 4 ANOS

Deputados deixam de receber R$ 3,7 milhões por faltas; só 5 parlamentares nunca faltaram

Comentários:
publicado em 29/09/2014 às 08h58

Dos 513 deputados brasileiros, 508 faltaram em algum momento ao trabalho entre fevereiro de 2011 e agosto de 2014, mesmo trabalhando, basicamente, só três dias na semana.

No período, os deputados tiveram R$ 3,7 milhões descontados de seus vencimentos, o que equivale a 141 salários mensais.

As faltas mais comuns ocorrem justamente em ano eleitoral, como 2014, quando muitos deputados deixam de cumprir suas obrigações em Brasília para fazer campanha nos seus redutos.

Foi assim também em 2012, quando a Câmara efetuou o maior desconto dessa legislatura: R$ 1,2 milhão foram retirados dos vencimentos dos deputados. Neste ano, somente até agosto, foram R$ 744 mil descontados.

A Câmara tem sessões ordinárias de segunda à sexta-feira. As deliberativas — quando ocorrem as votações — acontecem apenas às terças, quartas e quinta-feiras, e são elas cuja ausência gera faltas aos deputados.

Estiveram lá em todas as sessões deliberativas apenas cinco deputados: Tiririca (PR-SP), Reguffe (PDT-DF), Pedro Chaves (PMDB-GO), Manato (SDD-ES) e Lincoln Portela (PR-MG). Deles, apenas Reguffe não é candidato à reeleição, mas tenta uma vaga no Senado pelo Distrito Federal.

UOL

Leia Também