João Pessoa, 12 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
VEJA VÍDEO

Aluno é imobilizado por seguranças ao ser visto pelado na UnB

Comentários:
publicado em 03/10/2014 às 06h26

 Imagens feitas por alunos da Universidade de Brasília (UnB) na tarde de quarta-feira (1º) mostram um conflito entre seguranças do campus e um jovem, que aparece pelado no corredor do Instituto Central de Ciências (ICC).

A cena dura cerca de 1 minuto e meio. No começo do vídeo, os agentes aparecem conversando com o estudante, que usa apenas uma peruca loira e um pano comprido em volta do corpo. Os vigias pedem que o jovem cubra as partes íntimas, mas ele parece se recusar a seguir a orientação.

Um dos agentes faz várias tentativas de enrolar o pano no rapaz, que desenrola o material novamente. Em seguida, dois seguranças agarram os braços do estudante, que começa a gritar "me solta" e "estupro, estupro". O jovem vai ao chão com um outro homem, que não está identificado com o colete dos outros vigias, e a luta continua por alguns segundos.

A Polícia Civil informou que não houve registro de boletim de ocorrência sobre o caso.

Veja Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=pMdBoD7MYsM

A UnB informou que o jovem não é aluno da instituição, e faz faculdade de dança no Instituto Federal de Brasília (IFB). Segundo a universidade, a performance com nudez acontecia no anfiteatro 9 do ICC, mas o aluno "extrapolou" e seguiu para os corredores.

O IFB confirmou ao G1 que o rapaz é aluno do curso de licenciatura em dança, mas disse que a performance desta quarta-feira (1º) não era de conhecimento dos professores e não fazia parte de nenhuma atividade programada pela institutição.

O G1 não conseguiu localizar o estudante.

Durante esta semana, o anfiteatro recebe o Festival Universitário de Música Candanga (Finca). A UnB e o IFB não souberam afirmar se o ato do estudante fazia parte da programação do festival.

A UnB também disse que a equipe de segurança do campus interveio porque não tinha sido informada previamente sobre a atividade. O rapaz foi identificado, e um boletim de ocorrência interno foi feito pelos próprios vigias. Depois do conflito, a universidade afirma que o estudante concordou em se vestir e deixar o local.

A universidade disse que avalia as imagens do vídeo como "normais", aprova a ação dos vigias e não vai instaurar procedimento para apurar o caso.

Manifestação ‘garantida’

Em entrevista ao G1 no início de setembro, o reitor da UnB, Ivan Camargo, elogiou a ação da nova equipe da segurança. Uma nova empresa de segurança foi contratada no início do semestre para atuar nos campi Plano Piloto, Gama, Samambaia e Ceilândia, e age em parceria com os agentes patrimoniais que já trabalhavam na universidade.

Na entrevista, Camargo afirmou que o direito às manifestações universitárias está garantido – inclusive em protestos com nudez ou que peçam a descriminalização das drogas, por exemplo.

"O que nós estamos dizendo, claramente, é repressão ao crime. Não existe a possibilidade de a universidade reprimir qualquer tipo de manifestação estudantil. Performance, qualquer protesto. O direito à palavra, à diversidade e ao pensar diferente e uma das nossas bandeiras", afirmou.

G1

Leia Também