João Pessoa, 26 de junho de 2017 | --ºC / --ºC 05:56 - 2.6 | 12:09 - 0.1 | 18:28 - 2.4 Dólar 3,31 - Euro 3,70

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Necessidade

Comentários:
publicado em 03/07/2011 às 09h45
A- A+

De repente bate aquela vontade danada de “tirar água do joelho”. Nada demais, o instituto humano nos leva ao banheiro mais próximo ou se tivermos em ambiente ermo a parada pode ser resolvida sob o esconderijo de qualquer moita.

Mas se a necessidade nos abater em hora imprevista ou em momento no qual estamos desprovidos da proximidade de um WC ou distância dos olhos urbanos? Tipo, aquele aviso fininho no meio de uma andança em pleno centro de João Pessoa?

De cabeça, assim na bucha, você saberia pra onde correr? Eu também não. Porque na verdade, nossa cidade das acácias não dispõe desse socorro. Essa foi a pertinente preocupação expressa à coluna pelo pneumologista cearense Beltrão Paiva Castello Branco, na série “Apaixonados por João Pessoa”.

Filho de um sobrinho do presidente Castello Branco e radicado na Paraíba há décadas, o médico tem especial preocupação com os idosos e diabéticos. “O diabético tem uma produção maior de urina devido a uma disfunção no pâncreas”, explica.

E segue: “O idoso, por geralmente apresentar problemas prostáticos, apresenta uma maior tendência de precisar do sanitário. No centro de João Pessoa, ele não encontra um banheiro público. Até em Sergipe tem”, reclama Beltrão.

As raras opções que temos são literalmente privadas. Fazer o quê? Pedir clemência numa loja, apesar da chance de encarar um não? A Prefeitura deve pensar no assunto. Afinal, um banheiro na hora do aperreio faz toda a diferença. E como faz…

Empecilho –
O advogado Everaldo Nóbrega recorre à coluna para reclamar das placas de publicidade no chão das esquinas da cidade. “Atrapalham a visão do motorista”.

Trânsito –
Vilmar Souza (vilmar.fsouza@hotmail.com) sugere campanha educativa para motoqueiros contra a ultrapassagem pela direita e avanço na faixa.

Frei Anastácio não perdoa o Governo RC –
Quando ora sobre a gestão de Ricardo Coutinho, o Frei Anastácio deixa de lado as lições franciscanas e acunha sem pena. Para o frade-deputado, o Governo RC “começou ruim e continua ruim”. “Nomeou mais do que demitiu. Veja quantas mudanças. Isso mostra que este Governo continua sem rumo”. Só faltou excomungar…

Pavimentando caminhos – O prefeito Luciano Agra (PSB) lança na próxima terça-feira o projeto ‘Caminho Livre’, com a promessa de dar mais mobilidade, agilidade e organização no trânsito de João Pessoa. O motor carro da reeleição de Agra depende do êxito desse pacote de obras.

Quando se mexe no pirão –
Se não é por interesse na valorização do próprio terreno no Altiplano ou por contrariedade particular, que outro motivo leva o deputado Domiciano Cabral (DEM) a se manifestar contrário à permuta da Acadepol? E ele que estava tão cordeirinho…

Definido –
Ao contrário das especulações, a Secretaria da Interiorização será preenchida por um dono de mandato parlamentar. Eis o entendimento do Governo.

Na grande área –
Com a viagem de Durval Ferreira (PP), Dinho (PRP) vai ter que jogar com o vice Zezinho do Botafogo (PSB) para garantir a posse.

Tempo pra pensar-
Aliás, o suplente Dinho conseguiu sair da Câmara sem deixar pistas e se esquivou da imprensa. Vai ver que quer evitar falar de que lado ficará…

Casa de ferreiro –
Interessante os políticos. Enquanto proíbe secretários de postular candidatura, o prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael (PTB), só pensa na reeleição.

Erosão –
O prefeito Luciano Agra promete solucionar o grave problema ambiental da barreira do Cabo Branco até o final de 2012. Se der tempo…

Bola de cristal –
Termina junho, começa o recesso no STF. Aos poucos, vai se entendendo as razões da ousada previsão do deputado federal Wilson Filho (PMDB).

Na Epitácio Pessoa –
Um rumoroso ataque ao patrimônio histórico e arquitetônico de João Pessoa está preocupando estudiosos. Voltaremos ao tema com detalhes.

Na fila –
Após a cassação de Sérgio da Sac, dizem que o vereador Felipe seria capaz de quebrar seu leitãozinho para não viver a mesma situação do colega.

Tábua de salvação –
Conhecedor dos meandros da Câmara, o gordinho Rômulo Gouveia aposta uma dieta que os deputados não fecham a brecha da infidelidade.

Insípido  –
Tem jornalista que ainda não ouviu a voz do secretário de Agricultura, Marenilson Batista. Espera-se que ele não esteja plantando batata.

PINGO QUENTE – “É melhor cuidar de vaca do que de político. Elas não traem”. Do ex-deputado e fazendeiro Carlos Dunga (PTB), agora voltado somente aos cuidados do seu fiel rebanho bovino.

 

Leia Também