João Pessoa, 20 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
AVALIAÇÃO

Tárcio diz que sofreu “terrorismo eleitoral” de Ricardo e Cássio

Comentários:
publicado em 06/10/2014 às 19h34

Candidato pelo Psol ao governo do estado, Tárcio Teixeira disse ao Portal MaisPB, na tarde desta segunda-feira (6), que sofreu um “terrorismo eleitoral” dos candidatos que passaram para o segundo turno na Paraíba e afirmou que a ação de Ricardo Coutinho (PSB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) diminuiu a sua votação.

Tárcio argumentou que a estratégia adotada pelos principais candidatos em pregar que a eleição na Paraíba seria decidida no primeiro turno causou “medo” em parte de seu eleitorado, o que diminuiu seu desempenho nas urnas. Ele obteve apenas 8.849 votos.

O Psol se reúne nesta terça-feira (6) para decidir a postura que irá adotar no segundo turno.

Já o Pstu, decide o rumo que deve tomar em encontro com a diretoria do partido na noite desta segunda-feira (6), segundo Antônio Radical, candidato ao governo pela legenda. Ele obteve a menor votação entre os candidatos, 2.570 votos.

De acordo com Leila Fonseca, candidata ao Senado pelo Pros, seu partido terá uma reunião na próxima quinta-feira (9) para optar sobre os candidatos que continuam na disputa. O Major Fábio, candidato do Pros teve 14.910 votos.

Écliton Monteiro – MaisPB