João Pessoa, 18 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SEGUNDO TURNO

Dilma reúne cúpula de campanha antes de encontro com governadores

Comentários:
publicado em 07/10/2014 às 14h47

A presidente Dilma Rousseff se reuniu na manhã desta terça-feira (7) com a cúpula de sua campanha em Brasília para, entre outros pontos, se preparar para o encontro que terá em um hotel da cidade nesta tarde com governadores de partidos aliados que foram eleitos no primeiro turno. Além dos governadores, também estarão presentes senadores recém-eleitos, candidatos que vão disputar o segundo turno e conselheiros políticos. O objetivo é discutir estratégias que serão adotadas nesta nova etapa da eleição presidencial.

Em 2010, Dilma também reuniu governadores eleitos e aliados poucos dias após o primeiro turno da eleição. A reunião, além de debater estratégias, é uma forma de demonstrar força do grupo político em torno da presidente.

Conforme apurou o G1, a reunião desta manhã também serviu para dar continuidade ao encontro que Dilma teve ao longo de toda esta segunda (6) com a cúpula de campanha. Entre os interlocutores da presidente estão o presidente do PT e coordenador-geral da campanha, Rui Falcão, o ministro licenciado Miguel Rossetto, o ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social Franklin Martins, os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Thomas Traumann (Comunicação Social) e Guido Mantega (Fazenda).

Para o encontro da tarde, a expectativa é que participem os governadores eleitos de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), do Piauí, Wellington Dias (PT), do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), de Alagoas, Renan Filho (PMDB), e do Maranhão, Flávio Dino (PcdoB), entre outros. São esperados ainda o candidato a vice-presidente na chapa de Dilma, Michel Temer, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nesta segunda, durante entrevista coletiva no Alvorada, a presidente informou que a reunião com governadores e senadores discutirá ainda os estados em que ela fará atos de campanha. Segundo a candidata à reeleição, a tendência é começar pelo Nordeste, depois ir à região Sul, Minas Gerais e São Paulo, na sequência.

G1

Leia Também