João Pessoa, 12 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Conselho aos prefeitáveis

Comentários:
publicado em 29/08/2011 às 06h22

Os mais veteranos convivas da política garantem que o carisma, o tapinha nas costas, a intimidade, ainda que forçada, faz toda a diferença na cabeça do eleitor, “facilmente” seduzido por afagos que lhe deixam convicto da atenção do “doutor”.

De fato, o perfil mais popular e simpático pode até exercer determinado grau de influência no voto, mas os últimos acenos da opinião pública denotam reciclagem do eleitorado, inclinado agora a avaliar resultados, cenários e perfil do candidato.

Suspeito sinceramente que perde tempo o postulante mergulhado no mister de se auto afirmar no leque de opções para 2012 valendo-se tão somente da tentativa de desqualificar os seus possíveis adversários ou quem está no poder.

À exceção da fatia que se alimenta dos cofres públicos como único e inesgotável meio de vida, e só vê chance de sobrevivência com a eleição de seu “líder”, o discurso embasado apenas na destruição do oponente não convence o voto de quem não depende da política para sobreviver, mas tão somente do suor de seu cotidiano.

Por isso, os pré-candidatos, especialmente os que despontam no campo da oposição, não podem achar que o seu projeto só vinga se conseguir imolar o rival. Para sensibilizar, o caminho da crítica sóbria e da proposição criativa, palpável e convincente, chama mais atenção. Portanto, tem chances reais de cativar a sociedade.

Com tanta descredibilidade da classe política, o público é capaz de jogar todos os personagens na mesma vala, mas o novo eleitor já é suficientemente crítico para saber discernir entre projeto político e ambição pessoal de poder.

Em público –
Os petistas mais maranhistas disseram que o presidente nacional do PT, Ruy Falcão, saiu seduzido pela tese de candidatura própria em João Pessoa e Campina.

Nos bastidores –
No entanto, o que mais impressionou Falcão foi o ruidoso arranca-rabo de Francisco Linhares e Lucius Fabianni (ala coutista) com o deputado Anísio Maia.

A “novidade” a serviço do “velho” –
Em pleno domingo, o telefone toca. Do outro lado da linha, histórico petista, que pediu pra não ser identificado, comentava notinha na qual o cardiologista Ítalo Kumamoto (PSC) se autodenomina, ao lado de Luciano Cartaxo (PT), como o “fato novo” na política pessoense. Eminente conhecedor dos dois, considerou a frase uma piada.

Histórico maranhista –
Apesar de registrar respeito à história de Ítalo, o observador lembrou que o médico sempre se postou como um maranhista inflamado ao ponto de ir ao guia eleitoral apelar pela reeleição de Maranhão em 2010, portanto, “histórico que lhe rouba a novidade”.

Híbrido e metamorfósico  –
Antes de desligar o telefone, o ácido petista apontou para Cartaxo, mandando a coluna recordar que o deputado já foi cicerista discreto, devotado ricardista na Câmara de João Pessoa e desde 2009 porta-se como fiel e implacável seguidor do maranhismo.

Sábado em família –
O governador Ricardo trocou a palestra no Seminário do PSB pela participação num evento filantrópico ao lado do filho e da primeira-dama, Pâmela Bório.

Festa reservada –
Pâmela adiou de sábado para domingo a comemoração do seu aniversário. Ofereceu ao um grupo seleto de amigas um banquete de comida baiana, na Granja.

Pauta  –
O roteiro do seminário socialista previa orientações e dicas aos pré-candidatos do PSB, porém girou mais em torno de números e um balanço da gestão Ricardo.

Em Fortaleza –
O senador Vital do Rêgo (PMDB) defende hoje na reunião da Comissão de Desenvolvimento do Nordeste a inclusão dos perímetros irrigados no PAC II.

Prioridade –
Na Paraíba existem os perímetros de Condado, São Gonçalo (Sousa) e Sumé. “Minha exposição será direcionada a este fim”, prometeu o peemedebista.

Nova rodada –
Servidores da Saúde de Campina voltam a se reunir nesta quarta. Segundo o Sintab, algumas categorias desaprovam o Plano de Carreiras proposto pela gestão.

Exorcismo –
A crise no PP chegou ao ponto do ministro Negromonte temer sangue. Deve ter sido por isso que a liderança recaiu sobre o evangélico deputado Aguinaldo Ribeiro.

Alternativa feminina –
A família Gadelha não descarta a possibilidade de Fernanda, filha do ex-deputado Doca, ser a candidata a prefeita do clã contra o petebista Fábio Tyrone.

Fiscalização –
O Tribunal Superior do Trabalho começa amanhã a correição no TRT da Paraíba. O ministro Antônio Levenhagen apresenta o resultado à imprensa na sexta.

Passando a bola –
Lançada ontem na Asfita a Chapa Linha Independente, encabeçada por Rafael Freire, apoiada pelo presidente Land Seixas para o Sindicato dos Jornalistas.

PINGO QUENTE – “Felipe Massa está andando com o freio de mão puxado”. Do deputado Efraim Filho (DEM) sobre a lentidão do brasileiro na Fórmula I, alerta que também cai bem ao ritmo do partido do próprio parlamentar para a eleição 2012.

*Reprodução do Jornal Correio da Paraíba
 

Leia Também