João Pessoa, 20 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Intimidação

Comentários:
publicado em 10/09/2011 às 09h14

Sou daqueles inconformados com o paredão que protege o Poder Judiciário de qualquer crítica e questionamento a suas muitas e recorrentes falhas. A imprensa que estampa páginas de denúncias contra Executivo e Legislativo também pensa duas vezes antes de abrir qualquer manchete tratando de escândalos no Judiciário.

Mas o que tem acontecido nos últimos dias, logo após a deflagração do processo envolvendo o prefeito de Campina, Veneziano Vital, é deplorável. Correntes políticas ocupam espaços midiáticos para tentar desqualificar quem já se manifestou sobre o caso ou os magistrados que aguardam na fila da votação.

De um lado, setores ligados ao prefeito Veneziano se esforçam para deslegitimar o voto pericial do relator João Batista Barbosa. Bastou uma entrevista do magistrado no Correio Debate (rádio), justificando sua convicção, para petardos serem disparados contra o juiz, na tentativa de detonar sua isenção profissional.

De outra parte, o cordão que torce pelo vice-governador Rômulo busca superdimensionar supostas ligações dos juízes Márcio Accioly e Newton Vitta com o PMDB. Um porque convidou Maranhão para o seu casamento e outro porque já prestou serviços à Prefeitura de Campina Grande no passado.

Ora, se for pra passar um raio-x na carreira da composição dos tribunais poucos magistrados escapariam de toda sorte de especulação, porque o próprio modelo atual de nomeação tem forte viés político. Eis uma falha do sistema, mas isso não dá a ninguém o direito de querer fazer do Judiciário mero instrumento no jogo do poder.

Reação
As ilações preocuparam a Associação dos Magistrados da Paraíba. A AMPB divulgou extensa Nota sobre o assunto e em solidariedade ao juiz João Batista Barbosa.

Respeito
A Nota, assinada pelo juiz Antônio Silveira, exige respeito ao Judiciário, “com resguardo da Justiça, da ordem democrática e da independência da magistratura”.

Trechos da Nota e defesa do Judiciário
“A Justiça Eleitoral da Paraíba é reconhecida e respeitada nacionalmente pela sua eficiência e rigor na condução das eleições, equilíbrio e imparcialidade de seus julgamentos, não se admitindo que seja alvo de acusações falsas, factóides, que visam tão somente desqualificar o julgador e intimidar”, diz o primeiro tópico da Nota.

Testemunho sobre a história do relator
Sobre o juiz João Batista Barbosa, relator do Caso Maranata, a AMPB assevera: “É um magistrado de carreira, que ingressou no Judiciário por concurso público, possuindo larga experiência e que sempre se conduziu com seriedade, independência e coragem”.

AMPB critica setores da imprensa estadual
Ao final, a Associação censura o comportamento de certos segmentos da mídia paraibana. “Gestos como esses só contribuem para o desprestígio das instituições democráticas, fomentando a descrença da população nos poderes constituídos”.

Precoce
Apesar de agradecer o apoio do PSB, o deputado Romero Rodrigues (PSDB) considerou muito cedo para discutir o seu vice em Campina Grande.

Em bloco
O tucano dissertou que a indicação do seu companheiro de chapa na eleição de 2012 será definida em conjunto com todos os partidos e forças da Oposição.

Despreocupado
“Enquanto não chega o julgamento, vamos trabalhar pela Paraíba”. Do senador Wilson Santiago (PMDB) se dizendo tranquilo quanto ao desfecho no STF.

Pra refletir
Santiago, que conversou com o governador recentemente, conforme furo da coluna, deixou uma frase no ar: “Radicalização nada constrói na política”.

Sem trégua
Pelo visto, o deputado Manoel Júnior ignorou o espírito de desprendimento do colega de PMDB. “Nesses nove meses não há nada pra elogiar no Governo”.

Favorável
À imprensa, o ex-secretário Zé Maria de França repetiu o que já havia dito há três meses na coluna: a terceirização da saúde é uma tendência nacional.

Convite
O presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PSDB), convidou Óscar Arias, Prêmio Nobel da Paz em 1987, para uma visita à Paraíba.

Encontro
Os dois mantiveram rápido contato esta semana em Quebéc, no Canadá, por ocasião da Confederação dos Parlamentares das Américas de 2011.

Nova especialidade
O deputado Tião Gomes (PSL) vem pegando no pé de grupos de médicos do Trauma. Ontem, ele chamou de cenógrafos os autores de fotos e filmagens.

Terrorismo
Não satisfeito, Tião classificou alguns médicos de ‘terroristas’. “O povo precisa saber da verdade e que pode contar com um atendimento humanizado”.

PINGO QUENTE “Se entregar na mão de um babaca, o PSDB não sai do canto”. Do secretário-geral do PSDB, João Fernandes, sobre a mudança de comando no PSDB na Paraíba, mas sem dar nome aos tucanos incapacitados para o mister.

*Reprodução do Jornal Correio da Paraíba

Leia Também