João Pessoa, 23 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de vice-presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

Nossa Academia de Administração

Comentários:
publicado em 13/09/2011 às 00h03
A- A+

Na Paraíba, tão rica de Academias, faltava a de Administração.

Como administrador profissional que sou, e sou desde 1977, cujo registro fiz respaldado em diploma de bacharel em administração que me foi conferido pela UFPB, ficava com “dor de cotovelo” lendo, ouvindo e/ou assistindo importantes atividades promovidas por Academias como as de Filosofia, Medicina, Música… sem falar na de Letras, a APL, esta a mãe de todas as Academias aqui na Paraíba.

Mas, agora a Paraíba já tem sua Academia de Administração, mais exatamente a Academia Paraibana de Ciência da Administração – APCA, cujo lançamento público deu-se no recente 9 de setembro, Dia do Administrador, no auditório da Academia Paraibana de Letras.

Em verdade, a pedra inicial de seu nascimento corresponde à ata de sua fundação, acontecimento que tem a data de 19 de julho. Posteriormente veio o devido registro perante o Cartório Toscano de Brito, que, para tanto, não só exigia já houvesse o respectivo estatuto, como também o termo próprio definidor da composição de sua diretoria e do conselho fiscal. Passo seguinte foi a inscrição da nova Academia junto à Receita Federal, recebendo, pois, seu CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.

Entretanto, 9 de setembro, no Dia do Administrador, a Academia ganhou visibilidade ao anunciar-se publicamente quanto à sua existência, na solenidade, como já destacada, no auditório da APL.

E, do ponto de vista profissional, como emocionante foi, pois, lá na APL (ambiente próprio mesmo de Academia) encontrarem-se os fundadores e os novos sócios da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração, repita-se), quando houve manifestações deveras marcantes. Por exemplo, da parte da administradora Rosa de Fátima Gondim, dos quadros técnicos da UFPB, agora acadêmica da APCA, o rememorar as tantas vezes que seu pai, governador Pedro Gondim, freqüentava a APL.

Da parte do juiz de direito Aluízio Bezerra Filho, que já ao final da solenidade, apressado, chegara para assinar a ata confirmativa de seu nome também como acadêmico da APCA, igualmente rememorar os seus tempos de auditor do TCE-PB, cargo que por concurso público conquistou mediante a apresentação de seu diploma de administrador. Sim, antes de atuar no campo do Direito, Aluízio Bezerra Filho era (e, sem exercício profissional, ainda o é) administrador!
 

Leia Também