João Pessoa, 13 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NA TV

Guia de Cássio acusa Ricardo de usar presidiários na campanha eleitoral

Comentários:
publicado em 17/10/2014 às 16h32

A coligação ‘A Vontade do Povo’, que tem o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) como candidato a governador, acusou, na tarde desta sexta-feira (17), a campanha de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) de usar presidiários na propaganda eleitoral de rua.

De acordo com a denuncia, presidiários do regime semi-aberto e integrantes do Programa O Trabalho Liberta, do Governo do Estado, estão sendo usados na campanha de rua do governador. No guia do PSDB, a reportagem flagrou homicidas condenados distribuindo panfletos nas ruas de João Pessoa. A coligação de Cássio afirma que o mesmo acontece em outras regiões para ajudar a campanha do PSB.

A panfletagem, de acordo com o guia eleitoral, acontece todos os dias e “começa logo cedo”. O grupo de presidiários incluídos no programa de ressocialização segue para as ruas segurar bandeiras e distribuir material de propaganda do candidato Ricardo Coutinho.

Apresentando imagens flagradas em João Pessoa, no bairro de Mangabeira, o guia apresenta três relata a presença de três apenados na campanha do PSB: Arlindo Odilon de Maria, condenado a 18 anos de prisão por latrocínio (roubo seguido de morte); Durval Mariano Arcoverde, que cumpre 55 anos por latrocínio, homicídio e roubo qualificado, além de Manoel Nunes Pereira, que foi sentenciado pela Justiça a cumprir 16 anos de detenção por homicídio.


MaisPB com Assessoria

Leia Também