João Pessoa, 26 de junho de 2017 | --ºC / --ºC 05:56 - 2.6 | 12:09 - 0.1 | 18:28 - 2.4 Dólar 3,31 - Euro 3,70

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Aviso aos navegantes

Comentários:
publicado em 01/12/2011 às 08h57
A- A+

A cada dia que passa, a cada nova conversa despretensiosa, convenço-me mais de que há uma boa e crescente parcela da população paraibana enojada, desapontada e decepcionada com o nível de praxis de certos setores da política paraibana e ávida por apoiar, incentivar e estimular gestos, ações ou sinais de civilidade e desprendimento.

Há um grande segmento da sociedade destas terras tabajaras que não entra na surrada onda de encarar a atividade política pelo viés emocional dos cordões e das torcidas a que estamos acostumados a nos defrontar.

A classe política precisa atentar para o fato de que nem todo paraibano aplaude o revanchismo, antagonismo, radicalismo e extremismo pessoal. Profissionais liberais, empresários e formadores de opinião já externam enfastiamento com o nível de divisão boba, paroquial e personalista a qual temos sido submetidos nas últimas décadas.

São muitos os desabafos que tenho colhido, seja em consultórios, igreja e rodas de bate-papo. Há uma sensação contundente entre esses interlocutores de que os políticos da Paraíba estão bem abaixo da média e que só há esperança de recuperação econômica e auto-estima da Paraíba se superarmos esse atual patamar.

O político que souber interpretar esse sentimento silencioso, porém em franco processo de encorpamento, logo alcançará o anseio de considerável fatia do cidadão fadigado da política miúda. Além de faturar o voto deste ‘novo eleitor’, fará um bem danado a Paraíba de hoje e de amanhã.

Marca
Com a deflagração da estrada Natuba/Umbuzeiro (19,5 km), o governador Ricardo Coutinho chegou a 27ª ordem de serviço de obra rodoviária em onze meses de Governo.

Crédito
O ex-governador José Maranhão (PMDB) queixa-se que Ricardo tem se apropriado das obras das estradas, fruto de convênio com a CAF, do qual sua terceira gestão teve parte.

O tamanho de Vitalzinho
O senador Vital do Rêgo (PMDB) não tira o pé do acelerador. Só na terça-feira, o peemedebista manteve audiência em oito ministérios do Governo Dilma. Ele se encontrou com os ministros da Cultura, Saúde, Ciência e Tecnologia, Comunicação, Esporte, Pesca, Turismo e Previdência. E haja prestígio!

Marcha dos prefeitos
Na reunião de ontem com os prefeitos no auditório da Comissão Mista do Orçamento, em Brasília, Vitalzinho proferiu duro e comovente discurso em defesa da nova partilha dos royalties. “Sou paraibano, matuto, mas não abro mão disso em nome do Brasil”. Foi aplaudido de pé.

Caminhada e inscrição na tribuna
Sobre nota da Coluna de domingo, escrita pelo confrade Wellington Farias, o deputado Frei Anastácio (PT) enviou: “Eu não saio em caminhada até a Assembléia para me inscrever. Eu acordo às 4h, todos os dias para cumprir várias obrigações. Entre elas, a de se inscrever na tribuna”.

Mentira
Anastácio, que se diz agredido na ocupação autorizada pela Justiça na zona rural de Alhandra, refutou o desmentido do colega Branco Mendes (DEM). “Não vou responder às mentiras dele”.

Mentira II
Branco revidou: “Quem mente muito é ele. A Paraíba sabe”. O democrata acusou Frei Anastácio de “fabricar” índios para protestar contra instalação da fábrica de cimento na cidade.

Assim caminha a Câmara…
Falando em mentira, o substantivo também foi sacado ontem pela vereadora tucana Eliza Virgínia contra Sandra Marrocos (PSB). “É mentira sua que eu não deixei a secretária falar”.

Resposta
A direção municipal do PT da Capital se reúne sábado e deve rejeitar o que considera “intervenção do diretório regional do partido”. A reunião será na Câmara de João Pessoa.

O que falta
“Só se agora mandar fechar as portas”. Do presidente do PT pessoense, Antônio Barbosa, lamentando a “ingerência” da direção estadual que vetou o Conselho Político de Luciano Agra.

Disponível
A propósito da “Apatia” tratada na Coluna de ontem, o chefe do Governo, Lindolfo Pires (DEM), disse que tem procurado atender a todos os pleitos e demandas dos deputados da base.

Lenha
Sobre o comentário de que o corpo mole da bancada pode ser explicado pelo falta de “vapor” da Casa Civil, Pires brincou: “Não sei se tem sido suficiente, mas a caldeira está em atividade”.

Na frente
Enquanto estudantes protestam na Câmara, a Assembléia já aprovou projeto do deputado Caio Roberto (PR) que prevê carteira grátis aos estudantes da rede pública e universidades estaduais.

Silêncio sepulcral
Até agora nem Oposição e nem muito menos a bancada governista na Assembléia ousaram tocar no assunto da doação de R$ 1 milhão da Planet Business à campanha de Maranhão em 2010.

Adoçante
Não bastasse o histórico no DCE do Unipê, agora o empresário e agitador estudantil Beto Pirulito inventou de ameaçar jornalista. Wellington Farias foi a vítima. Acabou-se o que era doce…

PINGO QUENTE“O povo vai conhecer o que é um trabalho fantástico”. Do deputado Toinho do Sopão (PTN) prometendo criar 15 mil empregos em João Pessoa, sem para tanto explicar com qual cartola faria tão espetacular mágica.
 

*Reprodução do Jornal Correio da Paraíba

Leia Também