João Pessoa, 26 de julho de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Fera ferida

Comentários:
publicado em 07/02/2012 às 09h42
A- A+

O nome do PMDB a disputar em João Pessoa só será conhecido dia 13. Oficialmente, porque na prática o resultado a ser mostrado ao partido não surpreenderá
nem a calculadora do presidente Antônio Souza, posta a escancarada definição prévia nos bastidores que já recaiu sobre o ex-governador Maranhão.

O único lance ainda não previsto e nem combinado é a presumida reação do deputado Manoel Júnior, tido e havido como carta fora do baralho dos planos da família Maranhão, que detém endosso automático da esmagadora maioria dos diretorianos.

Manoel não é de entregar os pontos. Já deu pra perceber. Independente da inesperada postulação do seu líder, o deputado ignorou a pretensão do cacique, caiu em campo, foi aos bairros, fez plenárias, lançou manifesto, mas não ficou sentado com a boca aberta cheia de dentes esperando a morte chegar, feito a canção do maluco beleza.

Em caso da iminente e decantada sobrada na curva, o deputado terá a opção de baixar as armas, suspirar fundo e ignorar tudo. Seria a saída para evitar maiores
desgastes e não ser móvel de confronto direto com Maranhão e Companhia. Só que o instinto pode falar mais alto. E é aí onde mora o perigo. Se Manoel
Júnior botar o fígado na reserva e se deixar guiar pelo coração, Maranhão e o PMDB podem conhecer uma fera ferida. E indomável…

Confusão… – Apesar do acordo celebrado no fim de semana por Sharon Acioly reconhecendo três
paraibanas como co-autoras do hit “Ai se eu te pego”, a polêmica ainda não acabou.

…À vista
Marcella Quirino Ramalho, Maria Eduarda Lucena dos Santos e Amanda Borba
Cavalcanti Queiroga asseguram que participaram da criação e vão recorrer à Justiça.

Cenas dos dias seguintes – Dois dias após o mega-evento do PSB pró-Estelizabel, e um dia depois de anunciar
ampliação da sua Frente Partidária com os movimentos populares, o secretário Nonato
Bandeira (PPS) foi convocado pelo governador Ricardo Coutinho para agenda oficial
em Brasília e São Paulo. Os dois terão muito o que conversar.

A quem pertence o pecado?
A Assessoria do padre Luiz Couto (PT) jura que não partiu do parlamentar a iniciativa
de entupir a caixa eletrônica de jornalistas com matérias desfavoráveis ao ministro
paraibano. Só não explica como o conteúdo saiu do email oficial da própria Assessoria.

Um mal-estar no caminho
Um mal-estar da mãe de Dilma Roussef levou a Presidência a cancelar a agenda da
presidente no Nordeste, que incluiria a primeira visita oficial à Paraíba. No passado,
Lula deixou de vir por conta de outro mal-estar: o boicote gerado pela disputa paroquial.

Novos números
O Data Vox registrou no TSE nova pesquisa sobre a sucessão na Capital e concluiu no
fim de semana o trabalho de campo, mas ainda não decidiu se divulgará o resultado.

Cenários –
No total, o Data Vox estimulou os nomes de quinze candidatos e ainda perguntou aos
entrevistados qual é melhor candidato a receber o apoio do governador Ricardo.

Sol e mar
Muitas pétalas do girassol sentiram falta da secretária Roseana Meira no Encontro do
PSB em torno de Estelizabel Bezerra. Dizem que Roseana preferiu a Praia de Pipa.

Cabeça fria
Considerável cabo eleitoral em 2012 na Capital, o prefeito Agra tem evitado colaborar
para as fissuras. “Eu estou satisfeito com as duas candidaturas (Estelizabel e Nonato)”.

Lenha na fogueira
O irrequieto Gilson Lira, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, botou o pé na
tábua e já articula em ritmo acelerado as contratações do Maior São João do Mundo.

Ferida aberta
O que era especulação agora é sentimento da família Ribeiro. “Tinha sim forças
mandando matérias para impedir a indicação de Aguinaldo”, disse Enivaldo Ribeiro.

Ligações
Anunciada nova secretária das Mulheres do Governo Dilma, Eleonora Menicucci viveu
na Paraíba, onde fez mestrado e ensinou Sociologia (UFPB) no final da década de 70.

Nego
O desembaraçado deputado Edmilson Soares (PSB) contacta a Coluna e jura que não
passou por sua indicação a nomeação do advogado Cristiano Souto, no IPM da Capital.

Saída técnica
“Apenas quando fui superintendente, ele já estava lá. Não é indicação. Essa foi uma
escolha técnica”, sustenta Soares. Até as formigas em Água Fria sabem do contrário.

Peso
“Este é um ministério fundamental”. Da presidente Dilma, dando a dimensão do
tamanho da responsabilidade sobre os ombros de Aguinaldo Ribeiro, empossado ontem.

PINGO QUENTE – “Vai ter um final feliz”. Do prefeito Luciano Agra (PSB) sobre a novela que definirá entre Estelizabel Bezerra
(PSB) ou Nonato Bandeira (PPS) o candidato do jardim girassol.

*Reprodução do Jornal Correio da Paraíba

Leia Também