João Pessoa, 26 de junho de 2017 | --ºC / --ºC 05:56 - 2.6 | 12:09 - 0.1 | 18:28 - 2.4 Dólar 3,31 - Euro 3,70

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Sub-representação feminina

Comentários:
publicado em 09/03/2012 às 16h10
A- A+

Pra ser sincero, o discurso de eminente avanço da
representação feminina no parlamento paraibano é uma
ficção. Só não ver quem quer afagar egos ou maquiar a
realidade para enfeitar um quadro tão frágil quanto irreal.
Coisas do provincianismo que ainda impera com todas as
forças por aqui.

E muita gente esqueceu disso ontem, no Dia Internacional da Mulher, e incensou em entrevistas e outros
espaços elogios às nossas dignas representantes. De fato,
a maioria tem lá seus méritos e qualidades. Algumas
emprestam relevante contribuição aos debates políticos e
legislativos. Tudo bem. A meia verdade não é essa.

Na Assembléia e na Câmara Federal não há hoje uma
só deputada fruto de seu histórico e currículo individual,
e que elas me perdoem pela inoportuna verdade. São esposas, viúvas, mãe, sobrinhas e filhas de vultos da política
local. Chegaram ao poder catapultadas pela terceirização
do prestígio e força política dos seus parentes.

Em João Pessoa e Campina o retrato é o mesmo, na
atual legislatura, com a solitária exceção de Sandra Marrocos, forjada nos movimentos sociais. Não há, porém,
que se menosprezar àquelas que entraram pela porta
tradicional, mas a realidade mostra o gigante desafio das
mulheres que querem subir a rampa do poder com os
próprios pés.

Caminhando – Primeira coordenadora de políticas do gênero na
Prefeitura de João Pessoa,
a pré-candidata Estelizabel
Bezerra (PSB) participou
ontem da Caminhada de
Mulheres.

Largada – Nonato Bandeira
dialoga hoje com o Coletivo
Nacional de Mulheres do
PPS. O primeiro seminário
temático de seu programa
de governo debaterá políticas de inclusão.

Êxtase e adrenalina no QG cicerista – Ao saber das declarações de Cássio, colocando
Cícero como a única candidatura definitiva em João
Pessoa, o deputado Ruy Carneiro (PSDB) comemorou.
“Errou quem vem apostando na desunião do partido,
houve uma divisão circunstancial, mas daqui pra frente quem achar que não haverá união estará redondamente enganado”.

Refazendo a rota – Aos mais íntimos, o presidente da Câmara de João
Pessoa, Durval Ferreira (PP), já confessou que chegou mesmo fazer planos e sonhar com a vice do prefeito Luciano
Agra (PSB). Resta saber se Durval mantém o sonho… E na
chapa de quem?

Prato principal e petiscos – O senador Cássio não divulgou o extrato e nem o
saldo do recente jantar com o ministro Aguinaldo Ribeiro
(PP), em Brasília. Antes, havia sinalizado que na mesa
predominaria a pauta administrativa. “Mas numa mesa de
políticos sempre se fala em política”.

Bem na fita – Aguinaldo Ribeiro
emplacou ontem o paraibano e ex-presidente da
Lotep, Paulo José Melo, na
Assessoria Especial, terceiro cargo da hierarquia do
Ministério das Cidades.

Observação – Ao Portal MaisPB, o
deputado Raniery Paulino
(PMDB) viu um problema
na PEC do Foro Privilegiado. “Essa proposta é
interessante, mas não pode
cair como oportunismo”.

Alerta – Segundo ele, a proposta pode beneficiar
fichas sujas. “Os políticos
com processo no STF serão
julgados na Justiça comum
e não serão condenados por
decisão colegiada”.

Trincaduras – Enquanto a deputada Gilma Germano, que
assume hoje, definitivamente, a presidência do PPS,
quer pacificar a legenda, o
rebelde Janduhy Carneiro
anuncia sua desfiliação.

Ação – O Fórum dos Servidores Públicos agiu nos
bastidores para recrutar o
maior número de insatisfeitos com o governo para
o café-da-manhã de hoje na
Caixa Beneficente da PM.


Toque – Nas entranhas do cicerismo diz-se que a reaproximação de Cássio e Cícero
Lucena, em franca expansão, tem a digital decisiva
do ex-governador Ronaldo
Cunha Lima.

Na briga – Devota ardorosa de
Nossa Senhora da Conceição, a cantora paraibana
Elba Ramalho se articula
em Brasília numa frente
contra o aborto. Começou
sua romaria pelo Senado.

Unha encravada – O ex-deputado Walter
Brito Neto (PMDB) não dá
trégua. Diz achar importante o empenho de Veneziano por Tatiana, mas “os
resultados estão aquém do
que se esperava”.


Quem tem prazo… – Apesar de ter a fórmula pronta, alguém que
conheça a cidade e possibilite um somatório político-partidário, Veneziano só
admite discutir o vice da
chapa do PMDB em junho.

Reconhecimento – O deputado Guilherme Almeida aprovou voto
de aplauso à enfermeira
Gláucia Martins, pré-candidata à prefeita de Caldas
Brandão, pelo trabalho de
assistência social na cidade.

Pingo Quente – “Ele deu foi um chute na minha canela”.

(Do deputado Anísio Maia revelando à Coluna que o entrevero físico
no PT foi provocado pela sanha de Júlio Rafael, que chegou à sede
do partido pronto pra briga)

Leia Também