João Pessoa, 10 de novembro de 2014 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
LOA 2015

Seinfra gastará R$ 50 mi com iluminação e R$ 47 mi em vias

Comentários:
publicado em 10/11/2014 às 17h19

 A Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa (Seinfra) terá o orçamento de R$ 116 milhões para 2015. Desse total, R$ 50.000.000,00 serão de recursos próprios e o órgão passará a gastar mais em serviços de iluminação pública. Foi o que informou, nesta segunda-feira (10), o assessor técnico da pasta, Hugo Paiva, na audiência pública da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) que discutiu a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o próximo ano.

Os maiores valores gastos pela pasta serão de R$ 47.085.000,00 no sistema viário da Capital e de R$ 13.065.418,00 na implantação, recuperação e manutenção de rede de iluminação pública. “Este valor aumentou com relação ao deste ano porque, a partir de janeiro, assumiremos a parte de eletrificação do Município”, justificou Hugo. Paralelamente a este trabalho, a Diretoria de Manutenção e Conservação gastará R$ 2.250.000,00 para a conservação de energia e eficientização energética da cidade.

Além destes, o terceiro maior valor investido será de R$ 10.560.000,00 relativos à folha de pessoal. A Seinfra reservou ainda R$ 8.055.000,00 para a implantação, recuperação e manutenção de drenagem de águas pluviais; R$ 4.100.000,00 para os sistemas de esgotamento sanitário; R$ 4.600.000,00 para a recuperação e manutenção de vias públicas; e R$ 3.350.000,00 para a modernização e melhoria das vias de acesso aos transportes de massa.

Com recursos lotados no gabinete do secretário, serão destinados R$ 3.000.000,00 para a aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários, além de R$ 2.000.000,00 para a locação de máquinas, equipamentos e veículos e R$ 1.800.000,00 na manutenção e operacionalização desses itens.

De acordo com Hugo Paiva, a maior parte do orçamento está concentrado na Diretoria de Obras da Seinfra, que é a responsável por ações como: a contenção e proteção de encostas, barreiras e falésias (R$ 2.900.000,00); a revitalização do Centro Histórico da Capital (R$ 50.000,00); a implantação do sistema de ciclovias (R$ 2.300.000,00); construção de estacionamento público para bicicletas (R$ 40.000,00); urbanização da orla (R$ 2.600.000,00); e o programa “IPTU Cidadão” (R$ 800.000,00).

A Diretoria de Obras também investirá R$ 2.310.000,00 na infraestrutura urbana da Capital; R$ 600.000,00 na construção, ampliação, reforma e recuperação de próprios municipais; e R$ 700.000,00 na construção e recuperação de calçadas, escadarias, praças, jardins e alambrados. Ao todo, o setor vai utilizar R$ 1.500.000,00 para serviços técnicos de consultoria e projetos.

O assessor deixou claro que há, pelo menos, 2.600 ruas para calçar em João Pessoa. “Precisamos de mais recursos financeiros advindos do Governo Federal, do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC II), referentes ao Programa de Qualificação e Pavimentação de Vias Urbanas. Estamos com projetos em análise na Caixa, e sujeitos a aprovação. Dependemos disso para atender às demandas do Orçamento Participativo (OP). A demanda é muito grande, inclusive de pontos de alagamento, que dificultam a mobilidade e acessibilidade na cidade”, explicou Hugo Paiva.

Haryson Alves

Leia Também