João Pessoa, 23 de julho de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de vice-presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

A (des)credibilidade das pesquisas

Comentários:
publicado em 08/10/2012 às 16h23
A- A+

Desde meados da noite de ontem fomos informados quais os candidatos vitoriosos e os derrotados neste atual processo eleitoral para prefeito e vereador.
Pelas pesquisas legalmente divulgadas, porquanto registradas na Justiça Eleitoral, e alusivas especificamente à cidade de João Pessoa, o candidato a prefeito Luciano Cartaxo correspondia àquele que tinha lugar garantido para a disputa no segundo turno, marcado para o dia 28.

Quanto ao nome que garantiria a segunda vaga, boa parte da própria imprensa, na análise dos percentuais alusivos aos candidatos José Maranhão, Cícero Lucena e Estela Bezerra, pendia para um resultado indefinido ou “embolado”. Qualquer destes três nomes poderia ficar em segundo lugar.

Entretanto, os mais crédulos nas pesquisas apresentadas pelos diversos institutos do ramo, embora fossem poucos os jornalistas assim manifestos, enfatizavam que a disputa da segunda vaga para o segundo turno estava só entre Cícero e Maranhão, vez que Estela, ao longo de todo o período destas pesquisas, nunca saíra do quarto lugar.

É conhecido por todos que um resultado eleitoral só se concretiza com a abertura das urnas. E as pesquisas de opinião, mesmo se executadas com correção científica e portanto com seriedade, elas próprias, por seus respectivos institutos, chamam a atenção para a margem de erro de seu resultado. Quer dizer: essas pesquisas nunca vão ser substitutas do definitivo resultado eleitoral saído com a abertura das urnas, mas, sem dúvida, apontam para um quadro do momento, que pode ser alterado dias depois, dependendo dos fatos que beneficiem ou prejudiquem os nomes concorrentes.

E hoje, quando amanhecemos este 8 de outubro já com o resultado das urnas, qual sua opinião, leitor(a), sobre as pesquisas eleitorais? Elas diziam que Luciano Cartaxo, em João Pessoa, seria o mais votado. Preponderantemente também diziam que a definição da segunda vaga para o segundo turno ficaria entre Maranhão e Cícero. Tendiam a deixar Estela Bezerra só em quarto lugar. Em relação a Renan Palmeira, Antonio Radical e Lourdes Sarmento, juntos estariam apenas entre 3% e 4%.

Essas pesquisas, agora já com o anúncio do resultado real das urnas, portanto os dois nomes dos candidatos a prefeito que vão disputar o segundo turno, elas merecerem ter credibilidade ou descredibilidade?
Ainda voltaremos a este assunto.