João Pessoa, 29 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 00:36 - 0.3 | 06:56 - 2.5 | 13:11 - 0.2 | 19:34 - 2.3 Dólar 3,26 - Euro 3,65

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Desde 1993 exerce as funções de Diretor Executivo da AETC-JP. Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

Jurista e escritor imortal

Comentários:
publicado em 04/03/2013 às 15h42
A- A+

 No recente 28 de fevereiro, foi dia de grande festa na (e para a) Academia Paraibana de Letras, nossa APL. O desembargador Marcos Cavalcanti de
Albuquerque tomou posse como novo imortal daquela Academia, na Cadeira nº 17, cujo patrono é Antonio Alfredo da Gama e Mello, e que foi vaga com o
falecimento do acadêmico Joacil de Brito Pereira.

Não pude comparecer ao auditório da APL para a solenidade propriamente de posse, às 19h30, lastimando, pois, deixar de ouvir as palavras sempre de
sapiência do acadêmico Astênio César Fernandes, designado por seus pares para a saudação ao novo imortal, desembargador Marcos Cavalcanti. Por óbvio,
também não pude ouvir o discurso de posse deste novo membro da APL, certamente em mesmo nível do primeiro orador, além, claro, de privar-me das
palavras igualmente de sapiência do presidente da Casa de Coriolano de Medeiros, acadêmico Damião Ramos.

Entretanto, não deixei de estar no primeiro ato alusivo à posse do desembargador Marcos Cavalcanti e que correspondeu a uma missa em ação de graças celebrada às 10 horas na Igreja Nossa Senhora do Carmo, lá na Praça do Bispo, bem no centro de nossa cidade! E como foi emocionante!…

Há pessoas em relação às quais quase com que um simples olhar e/ou um rápido falar passa-se logo logo a admirar… e respeitar. Já de algum tempo tenho a
maior admiração e respeito pelo desembargador e escritor Marcos Cavalcanti de Albuquerque. Seu olhar, seu falar, a mística de simplicidade e sinceridade, isto faz com que, desde um primeiro encontro, tenha-se por ele essa admiração e sobretudo respeito. Constitui-se em um desses homens, não tão comuns, de
respeitabilidade, credibilidade, admiração!

Entretanto, mais ainda minha admiração aumentou por esse novo imortal da APL porque, por sua iniciativa, o primeiro ato alusivo à sua possa na APL foi
em uma missa de ação de graças para bem destacar a Deus seu agradecimento por mais esta missão que lhe é conferida, sucedendo o outro grande Joacil de
Brito Pereira na tarefa de promover cultura para a Paraíba e os paraibanos.

Na missa, presidida pelo Padre Frei Luiz Nunes Pereira, que homilia em que o celebrante comenta o texto do Evangelho sobre a Sabedoria,
contextualizando-o com a dedicação com que o novo imortal da APL atua como Prior da Ordem Terceira do Carmo!… Aliás, sobre esta homilia, a desembargadora
Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti, presidente do TJ/PB e em nome de seus membros, exaltou-a para caracterizar com que sabedoria, com que crença em
Deus, com que busca na justiça divina, o desembargador Marcos Cavalcanti exerce seu mister e se relaciona com todas as pessoas. É a firme crença de que
justiça é especialmente respeito à igualdade entre todos os cidadão e que justiça é, também, liberdade, liberdade submetida às regras de convivência social para a manutenção da ordem e da paz entre os homens!

Leia Também

error: Conteúdo protegido!