João Pessoa, 23 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 02:06 - 2.3 | 08:13 - 0.3 | 14:26 - 2.4 | 20:38 - 0.2 Dólar 3,26 - Euro 3,65

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Desde 1993 exerce as funções de Diretor Executivo da AETC-JP. Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

TP/CG com faixas exclusivas

Comentários:
publicado em 08/07/2013 às 16h00
A- A+

Certamente o(a) leitor(a) quer logo saber: o que é TP/CG?

Resposta: é a forma simplificada que encontramos para indicar o Transporte Público de Campina Grande.

Pois, bem! Surpreendemo-nos e nos entusiasmamos com o que recentemente constatamos na Rainha da Borborema: o prefeito Romero Rodrigues recomendou e já estão implantadas faixas exclusivas para os ônibus do transporte coletivo de passageiros! Merece, pois, parabéns!

Essas faixas exclusivas não correspondem, ainda, a uma grande extensão. Mas, pelo que de passagem observamos, medem quase dois quilômetros de cada lado da avenida Canal. Quer dizer: “dois pra lá, dois pra cá”, já são quase quatro quilômetros. E isto já faz grande diferença na ação efetiva de priorização do transporte público! É, pois, um excepcional começo, que, como já dito, merecedor de parabéns!

Como observador destes fatos específicos do transporte público, conversamos com alguns passageiros e também alguns motoristas de ônibus da cidade campinense… e a repercussão positiva é mesmo especial.

Se, de um lado, os motoristas comemoram por agora contarem com estas faixas exclusivas que lhes amenizam ou até lhes evitam o estresse próprio de quem dirige um veículo grande (cheio de pessoas) cercado de automóveis (e de motos) por todos os lados, de outra parte os passageiros, principalmente estes, elogiam o prefeito Romero Rodrigues pela determinação nessa priorização do transporte coletivo.

Esta priorização, elogiada quando efetivamente assumida, é um dos caminhos lógicos, racionais e muito normais nas medidas em favor da mobilidade urbana, porquanto é por todos conhecido que um único ônibus tem capacidade de transportar, só sentados, cerca de cinqüenta passageiros. Mesmo considerando que em média o veículo individual transporte 1,5 pessoa, significa que cada ônibus está substituindo, naquele espaço, nada menos do que 33 automóveis. Alias, para melhor ilustrar esta racionalidade, podemos dizer que o espaço de 33 automóveis, que beneficiam o deslocamento de apenas umas 50 pessoas, pode ser ocupado por uns 25 ônibus que transportam cerca de 1.250 pessoas, por isto ser mais do que justo o prevalecimento da lógica da priorização do transporte público!

Dissemos antes que estas providências são apenas o começo das efetivas medidas de priorização do TP/CG. Muito mais, segundo fontes da STTP, está para acontecer, incluindo a ampliação das faixas exclusivas para os ônibus. Ações assim a maioria da população, que se utiliza dos ônibus, não só agradece, como elogia… e parabeniza!

Leia Também