João Pessoa, 22 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
BASTIDORES

“Não fui nomeado, fui eleito”, diz Nonato sobre relação com Luciano Cartaxo

Comentários:
publicado em 03/12/2014 às 14h44

O vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira, analisou, nesta quarta-feira (03), a sua relação com o prefeito Luciano Cartaxo (PT) e o distanciamento dos dois evidenciado a partir das eleições estaduais deste ano, com o PPS apoiando a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado e o PT o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Após o pleito, o prefeito se queixou que muitos “aliados” não apoiaram a sua decisão de votar em Ricardo.

Nonato afirmou que Cartaxo está certo ao cobrar dos seus aliados que vistam a camisa e apóiem as decisões de sua gestão, mas lembrou que não foi nomeado pelo prefeito e sim eleito vice em 2012.

“Quem está na gestão tem que vestir a camisa, mas eu não fui nomeado, fui eleito”, ponderou.

Nonato também lamentou a falta de diálogo com o petista e revelou que, como presidente do PPS, sequer foi comunicado quando Cartaxo convocou vereadores do partido para assumir a secretaria municipal de Turismo (Bruno Farias) e a liderança do governo (Marco Antônio) na Câmara da Capital.

O vice-prefeito também estranhou o fato do deputado Anísio Maia (PT) ter questionando o apoio do PPS a Cássio e ressaltou que esta é uma questão de autonomia interna do partido. Ele acrescentou que nunca manifestou sua opinião pessoal sobre a postura e decisões adotadas por qualquer outra sigla partidária.

Cristiano Teixeira – MaisPB

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Pirpirituba – PB

Enviado por
Padre Demétrio Morais

mais lidas