João Pessoa, 26 de junho de 2017 | --ºC / --ºC 05:56 - 2.6 | 12:09 - 0.1 | 18:28 - 2.4 Dólar 3,30 - Euro 3,69

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Campo aberto

Comentários:
publicado em 12/09/2013 às 13h27
A- A+

Se as candidaturas ao Governo da Paraíba são um ponto de interrogação, à exceção da natural disposição de reeleição do governador Ricardo Coutinho, o cenário da eleição de 2014 para senador é uma nuvem cinza que obscurece qualquer previsão com o mínimo de precisão.

Há muitos cotados, mas tudo vai depender muito de quais e quantos partidos e grupos decidirão entrar na disputa pelo Governo. Só a partir daí abrem-se as possibilidades para quem deseja brigar pela senatória. Por enquanto, tal qual o terreno das postulações ao governo, o quadro é turvo e impreciso.

Muitos alimentam expectativas e se mexem para chegar em 2014 com perspectivas. Ruy Carneiro, Rômulo Gouveia, Wellington Roberto, Wilson Santiago, Luciano Agra, Ricardo Marcelo, Cícero Lucena e Aguinaldo Ribeiro são os nomes postos no jogo, até aqui, com densidade e capilaridade para entrar no páreo.

Desses, somente Santiago e Luciano Agra, ambos sem mandatos, não têm muito o que perder e podem arriscar a pele sem medo de maiores prejuízos. Os demais precisam pensar duas ou três vezes antes de embarcar numa aventura eleitoral, sob o risco de saírem menores do processo e sem um broche para ostentar na lapela.

A disputa ao Senado está aberta. Enquanto não há dados mais concretos, os postulantes devem gastar o tempo se esmerando na construção das próprias imagens, de preferência antenados com o sentimento das ruas pela renovação das práticas políticas. Porque antes de ter um partido e uma vaga na chapa, o candidato precisa do mais importante: história limpa e plataforma consistente. E isso independe das circunstâncias mutáveis da nossa exótica política.

*Artigo publicado na coluna do Correio da Paraíba, edição deste dia 12/09/2013 (quinta-feira).

Leia Também