João Pessoa, 06 de dezembro de 2014 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ESTUDO

Ir para a cama mais cedo pode evitar pensamentos negativos

Comentários:
publicado em 06/12/2014 às 10h29

 O horário em que você vai para cama pode fazer com que tenha mais preocupações, mostra estudo realizado na Universidade de Binghamton, nos Estados Unidos. Segundo o trabalho, pessoas que vão se deitar mais tarde e dormem poucas horas são mais sobrecarregados com pensamentos negativos do que as que dormem cedo e bem.

Os resultados, publicados na revista Cognitive Therapy and Research, reforçam a ideia de que o sono está intimamente ligado à saúde mental.

Algumas pessoas têm pensamentos negativos frequentes e não conseguem controlar esse padrão. Em geral, elas também tendem a se preocupar demais com o futuro, estão sempre lembrando do passado e, muitas vezes, lutam contra pensamentos que parecem não querer sair da cabeça. Todos esses sintomas podem ter relação com transtornos como ansiedade generalizada, depressão, estresse pós-traumático, transtorno obsessivo-compulsivo e ansiedade social.

Estudos anteriores já haviam ligado esses padrões de pensamento a problemas de sono. Por isso, os pesquisadores decidiram investigar se pensamentos repetitivos teriam ligação, também, com o horário de ir para a cama.

Eles pediram a 100 adultos jovens que completassem uma bateria de questionários e duas tarefas informatizadas. O processo ajudou o nível de preocupação dos participantes, seus hábitos de sono e se tinham mania de “ruminar” certos pensamentos.

Os pesquisadores descobriram que quem dorme por períodos mais curtos de tempo e vai para a cama tarde muitas vezes experimentam pensamentos negativos com maior frequência e intensidade.

Os resultados também sugerem que a interrupção do sono pode ser associada ao surgimento de pensamentos negativos repetitivos. Por isso, eles acreditam que tentar ir para a cama mais cedo e investir na higiene do sono pode beneficiar pessoas que sofrem com o problema.

Uol

Leia Também