João Pessoa, 17 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EDUCAÇÃO

Rômulo Gouveia divulga principal bandeira que defenderá na Câmara

Comentários:
publicado em 08/12/2014 às 13h50

 Deputado federal eleito, o vice-governador Rômulo Gouveia participou, nesta segunda-feira (8), da solenidade em que a Prefeitura de Soledade doou um terreno para construção de uma unidade do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) na Cidade e se comprometeu em buscar recursos federais para construção do imóvel que deve abrigar os cursos do IFPB no município.

Educador, Rômulo disse que uma de suas principais lutas no Congresso Nacional será a busca pela interiorização do ensino e se comprometeu em tentar garantir, com o Governo Federal, a liberação de R$ 500 mil para a construção do prédio no terreno doado pela Prefeitura. Ele destacou a importância da capacitação dos jovens profissionalmente, lembrando que a proximidade do ensino aos domicílios dos alunos garante melhor condições de acesso à educação aos jovens que muitas vezes são excluídos do ensino superior, ou técnico, por falta de oportunidade e condição financeira de estudar. “ Por isso vou focar na ampliação do ensino federal como nas cidades de Pombal, Sumé e Cuité”, disse.

Inicialmente, o Instituto Federal irá ministrar cursos do Pronatec na Escola Municipal Lúcia Matias de Oliveira, evitando que alunos da região tenha que deslocar até o Campus de Capina Grande. As aulas devem iniciar já no início de janeiro.

Além do interesse do poder público, o desempenho de estudantes para a instalação do IFPB em Soledade também foi importante para o convênio selado nesta segunda. Icáro Costa, Fernando José e Joana Darc fazem parte da comissão de estudantes que lutou pela conquista de hoje e garantem que a integração de Rômulo no projeto será fundamental para concretização do Campus Sumé.

“O alunado de Soledade, Taperoá, Juazeirinho e Assunção tem que se deslocar para Campina Grande em busca de estudo. A gente entende que há uma dificuldade para transportar esses alunos, sem falar que muitos deles deixam de estudar por causa desse deslocamento”,afirmou o prefeito de Soledade José Bento.

Assessoria

Leia Também