João Pessoa, 09 de dezembro de 2014 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NA CAPITAL

Acusado de matar garota de programa no Retão será julgado no dia 17

Comentários:
publicado em 09/12/2014 às 09h05

 O acusado pela morte de uma garota de programa em 2013, Jônatas Linhares Santana, conhecido como “Bola”, será julgado no próximo dia 17 de dezembro, às 14h, no 2º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa, no 4º Andar do Fórum Criminal da Capital.

A data foi confirmada pelo analista judiciário da Vara do 2º Tribunal do Júri, Haroldo Faustino Diniz. Ele informou também que o Júri será presidido pelo juiz Jailson Shizue Suassuna.

O Júri Popular do suspeito pela morte da garota estava previsto para acontecer no último dia 29 de novembro, mas foi remarcado a pedido do advogado do réu, Antônio Barbosa Ecorel Júnior.

De acordo com informações do analista Aroldo Faustino, o advogado tinha viagem para o exterior, marcada anteriormente à data da intimação do julgamento do acusado, que seria no último dia 29 de dezembro.

O réu Jônatas Linhares Santana foi preso acusado de homicídio pela morte da garota de programa, Natália Clementino Costa, 25 anos de idade, conhecida como “Alycia”. Ela foi encontrada morta dentro de um veículo, no dia 31 de maio de 2013, nas proximidades de um supermercado, próximo ao Retão de Manaíra, na divisa entre os municípios de João Pessoa e Cabedelo, área metropolitana da Capital.

Essa é a segunda vez que o julgamento do acusado é adiado pelo advogado. A primeira, dia nove de outubro, se deu em virtude de um pedido do advogado que demonstrou, com laudo médico, a necessidade do adiamento tendo em vista que o acusado estava em tratamento clínico desde o dia 27 de agosto, no Hospital Edson Ramalho, na Capital.

MaisPB com assessoria

Leia Também