João Pessoa, 21 de julho de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Falta a marca

Comentários:
publicado em 29/10/2013 às 11h11
A- A+

Até aqui, a gestão do prefeito Luciano Cartaxo passa por média, no geral. O petista ainda anda em lua de mel com o pessoense. Sem entrar em grandes conflitos, à exceção da negativa queda de braço dos embargos das obras do Estado, Cartaxo desfila como time que joga com a vantagem e não tem pressa para ir ao ataque.

Paradoxalmente, isso não significa que tudo anda muito bem obrigado. A atual gestão precisa de ajustes, sobretudo, em auto-afirmação. O governo tem uma imagem híbrida e ainda não conseguiu construir algo que lhe sirva de escudo para proteger a figura do prefeito de eventual adversidade comum à política e à gestão.

Traduzindo: Cartaxo tem se esforçado muito, reconheçamos, e contado com a sorte de ser um prefeito petista num Planalto da Era Lula/Dilma. Na República do PT, ter broche vermelho na lapela e estar na lista dos que são tratados como “companheiro” facilita e muito no carimbo das verbas ministeriais e programas federais.

Falta, entretanto, um quê a mais a Cartaxo, porque vamos combinar: o que está produzido até agora carece de solidez, portanto, é frágil. Inteligente como o é, ele não pode achar que só título do Botafogo, os sucessos reconhecidos das festas promovidas e a afeição ao diálogo são ações suficientes à sua consolidação.

Diálogo é melhor quando somado à resolutividade. Festa nunca deu voto e jamais foi parâmetro para medir e reconhecer eficiência de gestor. E se no próximo ano o alvinegro não repetir a boa fase? Apostar demais nesses pontos é, como se vê, um risco. Cartaxo e sua equipe precisam de conceito mais sólido, políticas de governo representativas e uma marca que vá além das efemeridades do verbo, do batuque e do grito de gol.

*Artigo publicado na Coluna do Correio da Paraíba, edição do dia 28/10/2013 (segunda-feira).
 

Leia Também