João Pessoa, 17 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NA JUSTIÇA

Padre e Diocese de Cajazeiras travam ‘briga’ por venda de casa

Comentários:
publicado em 15/12/2014 às 14h06

O padre Raimundo Honório Rolim, de 83 anos, e  a Mitra Diocesana estão travando uma disputa judicial, em ação que está tramitando na 4ª vara da comarca de Cajazeiras, por conta da venda de uma casa na cidade, por parte do padre,

Padre Raimundo completou 54 anos de vida sacerdotal em 2013 e sempre morou, na rua Padre Rolim, próximo a igreja Nossa senhora de Fátima, onde ele atuou durante vários anos.

Em uma ação que está tramitando na 4ª vara da comarca de Cajazeiras, a Mitra Diocesana pede que a justiça proíba o padre de vender o imóvel, sob o argumento de que o mesmo pertence à Paróquia de Nossa Senhora da Piedade.

No entanto, o imóvel já foi vendido a um grande empresário de Cajazeiras e já está devidamente escritura. Desde 1996, o terreno, que era foreiro da paróquia, havia sido adquirido pelo Padre Raimundo, com a aquiescência do vigário da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, na época, o Padre Francivaldo Nascimento e, em seguida foi averbada a construção da casa, que teria sido reformada com recursos próprios de Padre Raimundo.

Na justiça, a Diocese questiona que o Padre Francivaldo não poderia ter assinado a papelada, pois o imóvel pertencia a Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, enquanto ele respondia pela Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, argumento que é contestado pelo Padre Raimundo Honório Rolim, que explica que quando há desmembramento de paróquias, os bens daquela circunscrição também são divididos.

A juíza da 4ª Vara ainda despachou no processo, que pede uma liminar para proibir o cartório de registro escriturar o imóvel.

Atualmente residindo em João Pessoa, o Padre Raimundo Rolim se mostra bastante chateado com a situação.

MaisPB com Blog do Adjamilton Pereira

Leia Também