João Pessoa, 23 de fevereiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
solidariedade

Arthur: família alcança valor para cirurgia

Comentários:
publicado em 23/02/2019 às 08h33
atualizado em 23/02/2019 às 14h10
A- A+

As inscrições para o ‘Corrida do Arthur’ continuam abertas e podem ser feitas por meio do site www.projetoarthur.com.br ao valor de R$ 65. A corrida acontece no dia 17 de março, em João Pessoa, e tinha o objetivo de arrecadar recursos para custear a cirurgia e tratamento do pequeno Arthur (3 anos), mas com o alcance do valor necessário, a família irá doar o valor para Calebe, uma criança com doença rara que também passará por procedimento cirúrgico.

Calebe possui um tumor no cérebro que gera descargas elétricas constantes no cérebro que fazem com que a criança tenha diversas convulsões ao dia. A cirurgia, que custa R$ 180 mil, reverte o problema e garante uma vida normal para o garoto.

Os pais de Arthur,  Thiago e Manuela Ribeiro, pedem que as pessoas continuem participando dessa ‘corrente do bem’.

“Essa nossa decisão é motivada pelo nosso sentimento de gratidão e de reconhecimento a solidariedade que as pessoas têm tido com o nosso Arthur. Não seria justo que, tendo mais que o necessário para o procedimento cirúrgico, nós fiquemos com esse dinheiro para outro fim que não seja o que motivou as pessoas a doarem: ajudar uma criança a viver e se desenvolver plenamente”, afirmou a mãe.

Os interessados podem escolher provas de 3 km, 5 km e 10 km, com saída programada para as 7h do Busto de Tamandaré. A prova de 3 km com percurso do local da largada até o Açaí V2 (Manaíra); a de 5 km até próximo ao Mag Shopping (Manaíra); e a de 10 km até o Iate Clube (Bessa).

A cirurgia para que a criança recupere os movimentos e possa andar normalmente será feito nos Estados Unidos e tem um custo de R$250 mil.

História de Arthur – Arthur nasceu no dia 2 de maio de 2015 com 31 semanas de gestação. Já havia sido descoberto que ele sofria de uma restrição de crescimento. Chorando alto, mostrando a sua força e vontade de viver, o pequeno veio ao mundo com 890 gramas e 36 cm. Foram 58 dias de internação, 16 dias entubado, várias transfusões de sangue, esquemas de antibióticos, exames e um pneumonia. Os seus pais só puderam o pegar no colo depois de 17 dias de nascido. Hoje, aos 3 anos de idade as terapias são diárias e Arthur anda com ajuda de andador.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também