João Pessoa, 17 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NOVO GOVERNO

“Nada é difícil, tudo se pode conversar”, diz Damião sobre licença da Câmara

Comentários:
publicado em 22/12/2014 às 17h02

Mesmo afirmando que a tendência é permanecer em Brasília como deputado federal, Damião Feliciano (PDT) não descarta a possibilidade de abrir espaço para o primeiro suplente Edvaldo Rosas (PSB) e assumir uma secretaria de governo na segunda gestão de Ricardo Coutinho (PSB).

Questionado se a ida de Rosas estaria inviabilizada por sua saída da Câmara, Damião disse que ainda precisa conversar com o governador. “Nada é difícil”
“Fui eleito como deputado federal e vou exercer meu mandato. Na política nunca se diz jamais. Tudo precisa de um diálogo, de uma conversa, mas não tive esta conversa ainda”, disse o deputado, externando preferência em permanecer no Congresso Nacional. “Gosto de ser deputado”.

O parlamentar destacou a aliança que o PDT têm com Ricardo, onde a vice-governadora dos próximos anos será Lígia Feliciano (PDT), sua esposa, afirmando que o partido está ainda mais alinhado à administração socialista. “O governador já fez um trabalho excelente”.

 O parlamentar destacou a aliança que o PDT têm com Ricardo, onde a vice-governadora dos próximos anos será Lígia Feliciano (PDT), sua esposa, afirmando que o partido está ainda mais alinhado à administração socialista. “O governador já fez um trabalho excelente".

Écliton Monteiro – MaisPB