João Pessoa, 23 de dezembro de 2014 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NESTA TERÇA

Polícia prende trio acusado de furtar equipamentos eletrônicos da Secretaria de Educação

Comentários:
publicado em 23/12/2014 às 10h48

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da Capital, realizou, nesta terça-feira (23), a ‘Operação Santa Claus’, que resultou na prisão de três homens acusados de realizar furtos de aparelhos eletrônicos da Secretaria de Educação do Estado. O material, avaliado em mais de R$ 114 mil, seria usado por estudantes de diversas cidades paraibanas.

De acordo com a delegada Roberta Neiva, titular da especializada, Júlio César Torres Silva, 41, e Ivanildo Santana, 30, trabalhavam no almoxarifado. Já Hidelbrando Batista da Silva Filho, 29, era vigilante do local. Todos eram prestadores de serviço de uma empresa terceirizada pela Secretaria e foram presos por cumprimento de mandado de prisão preventiva. "O trabalho investigativo possibilitou a solicitação dos mandados à Justiça. Júlio César e Ivanildo foram abordados pela polícia no próprio local de trabalho, enquanto Hidelbrando foi preso em casa, no bairro Colinas do Sul", explicou a delegada, acrescentando que as ações criminosas foram registradas por câmeras de segurança.

Segundo as investigações, os furtos eram cometidos nos dias em que o vigilante estava de serviço, pois ele facilitava a entrada dos outros dois envolvidos. "Ambos trabalhavam justamente na organização dos equipamentos no almoxarifado, assim os aparelhos de maior valor eram facilmente localizados. Foram quase quatro meses de repetidas ações que geraram um prejuízo de mais de R$ 114 mil. Salienta-se que esse é um crime de dano difuso, que prejudicou não só os cofres públicos, mas principalmente os alunos de escolas estaduais que deixaram de utilizar os aparelhos eletrônicos furtados", frisou a policial.

Roberta Neiva ainda lembrou que crimes como esses devem ser denunciados diretamente à delegacia especializada. Também é possível utilizar o número 197, Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, que além de ser gratuito ainda garante o sigilo do denunciante.

De acordo com a Polícia Civil, o material, avaliado em mais de R$ 100 mil, seria usado por estudantes de diversas cidades paraibanas. As investigações da ‘Operação Santa Claus’ foram comandadas pela Delegacia de Roubos e Furtos da Capital.

Dois servidores foram presos no almoxarifado da secretaria, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, no local onde a dupla trabalhava e de onde os objetos eram furtados.

MaisPB om Assessoria

Leia Também