João Pessoa, 15 de fevereiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ARRENDAMENTO

Porto de Cabedelo será leiloado até março

Comentários:
publicado em 15/02/2019 às 07h38
atualizado em 15/02/2019 às 11h10
A- A+

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, em sua conta no Twitter, o arrendamento de três terminais do Porto de Cabedelo, na Grande João Pessoa.

De acordo com o presidente, os leilões já iniciam no dia 22 de março com quatro de dez áreas portuárias que serão entregues a iniciativa privada no país.

“A @portosdobrasil, via Governo Federal vai realizar o arrendamento de 10 áreas portuárias no 1º semestre de 2019, incluindo três terminais do Porto de Cabedelo-PB”, postou Bolsonaro.

O edital para os leilões já foi lançado em novembro de 2018. As empresas e consócios interessados deverão apresentar propostas em envelopes lacrados no dia 19 de março. No dia 22 de março será realizada a sessão pública do leilão e o grupo que tiver a proposta escrita classificada em primeiro lugar e for qualificada será declarada vencedora.

No segundo semestre deste ano será após análise dos documentos de habilitação da vencedora recursal é feita a assinatura com a empresa vencedora.

De acordo com o portal do Governo Federal, as três áreas do Porto de Cabedelo terão prazos de 25 anos de arrendamento. A AI-01 tem 18.275 metros quadrados de extensão e será exigido um mínimo de 19 mil toneladas de capacidade estática de armazenagem.

A área AE-10 tem 18.344 metros quadrados e a previsão de investimento é de R$ 36,5 milhões. Para o atendimento da capacidade estática de armazenagem estão previstos investimentos em tanques de aço-carbono de telhado fixo (sem fundação) e de uma estação de descarga e de carregamento.

A área AE11 tem 20.465 metros quadrados e apresenta capacidade estática de 12.962 metros quadrados, com previsão de aumento para 31.288. Estão previstos investimentos de tanques de aço-carbono de telhado fixo (sem fundação), de uma estação de descarga e de uma estação de carregamento. A previsão de investimentos é da ordem de R$ 35 milhões.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também