João Pessoa, 12 de janeiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SÃO PAULO

Dória veta Delegacia da Mulher funcionar por 24h

Comentários:
publicado em 12/01/2019 às 14h52
atualizado em 12/01/2019 às 15h28
A- A+

João Dória (PSDB) vetou nesta quinta (10) uma de suas promessas de campanha para a defesa da mulher. Em texto do Diário Oficial, o governador de São Paulo vetou o Projeto de lei nº 91, apresentado em 2017, que defendia o funcionamento destas unidades por ininterruptamente.

Segundo o texto, a Secretária de Segurança Pública esclareceu ser inviável o aumento do número de servidores de todas as Delegacias de Polícia de Defesa da Mulher no Estado de São Paulo, medida prevista para tornar o projeto possível.

Além disso, defende que, na maior parte das vezes, as delegacias comuns estarão mais próximas aos fatos ou residência das vítimas, ” o que torna mais ágil a realização de atos de polícia judiciária (como, por exemplo, o comparecimento ao local para registro da ocorrência, colheita de provas, dentre outras)” e que todos os policiais civis estão aptos a solucionar ocorrências de violência doméstica e crimes sexuais.

Promessa de campanha

Durante sua campanha para o Governo do Estado, Dória prometeu mais 40 Delegacias da Mulher e o funcionamento 24h, como é possível ver em um tweet de Dória e em um link do PSDB do dia 15 de outubro.

Uol

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também