João Pessoa, 18 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DIA 1º

Biden, Maduro, Mujica e Bachelet confirmam presença na posse de Dilma Rousseff no dia 1º de janeiro

Comentários:
publicado em 27/12/2014 às 16h09

 O governo começou a preparar a Esplanada dos Ministérios para a posse da presidente Dilma Rousseff, na próxima quinta-feira. Estão sendo montadas grades em pontos da Esplanada, onde ficarão os militantes mobilizados pelo PT para apoiar a posse de Dilma. No Palácio do Planalto, foram organizadas cadeiras para receber 2.000 convidados. Até agora, 27 chefes de estados ou vice-chefes confirmaram presença, entre eles os presidentes Nicolás Maduro (Venezuela), Michele Bachelet (Chile) e José Mujica (Uruguai), acompanhado do recém eleito Tabaré Vazquez, o primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, além dos vices dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Argentina, Amado Boudou.

Neste domingo, as comissões organizadoras da posse do governo e do Congresso vão realizar um ensaio do ritual a ser cumprido na próxima quinta-feira. O roteiro preparado prevê a saída de Dilma do Palácio da Alvorada às 14h30, em direção à Catedral Metropolitana de Brasília, onde haverá a troca de carro. Se o tempo estiver bom, Dilma descerá a Esplanada em carro aberto e subirá a rampa do Congresso. Se chover, o que aconteceu na posse de 2010, o trajeto é cumprido com a capota do Rolls Royce fechada.

A presidente é recebida pela cúpula do Congresso e conduzida para o plenário da Câmara, onde ocorre a cerimônia de posse. Ela faz o compromisso constitucional e discursa. Por volta das 16h30, segue para o Planalto. Em 2010, o tempo melhorou, e Dilma desfilou em carro aberto, ao lado da filha Paula Araújo. Depois a presidente sobe a rampa e fala à nação no Parlatório.

Ao fim do discurso, Dilma cumprimenta as autoridades estrangeiras que estarão no Salão Leste do Planalto, dá posse aos 39 ministros, no Salão Nobre, e segue para o Salão Oeste, onde fará a foto oficial. Os convidados serão acomodados no Salão Nobre, onde foram colocadas 1.000 cadeiras para autoridades e familiares. No térreo, estão mais 1.000 lugares para acompanhar os atos por telões. A presidente encerra o dia no Itamaraty, com um coquetel.

O PT está chamando os aliados para participarem da festa popular da posse. O partido organizou alojamentos gratuitos com recepcionistas, seguranças, brigadistas, chuveiros e banheiros químicos no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade e no ginásio Nilson Nelson. Entre as atrações culturais estão shows da cantora Alcione e do rapper Gog. Também criou uma página em que as pessoas podem mandar mensagens para a presidente. A mobilização está sendo chamada de "Marcha da Esperança", com o slogan "De pé e com fé".

O Globo

Leia Também