João Pessoa, 20 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
RÉVEILLON

Show da Virada leva cerca de 250 mil pessoas para orla de João Pessoa

Comentários:
publicado em 01/01/2015 às 09h56

A festa de Réveillon realizada pela prefeitura municipal de João Pessoa na orla marítima da Capital atraiu cerca de 250 mil pessoas. O evento, realizado no Busto de Tamandaré, contou com as apresentações dos cantores Nando Reis e Os infernais, Ramon Schnayder e DJ Cris L.,  Também aconteceu um show pirotécnico de mais de 10 minutos para a população prestigiar a virada do ano. 

A primeira atração da festa, iniciada por volta das 22h, foi o cantor Ramon Schnayder, que esquentou o público até a meia-noite. Com todo o astral positivo que é marca registrada do artista, ele animou a festa com vários gêneros musicais do pop acelerado ao arrocha. Os sucessos “Tá Me Dando Gelo”, “A Louca” e “Vai Rolar Lindo” animou o público pessoense.

O cantor paraibano Ramon Schnayder disse que foi um prazer muito grande poder tocar em sua terra. “Como artista local, eu fico muito emocionado em poder participar de um momento assim. A emoção está à ‘flor da pele’, é muito bom você ver seu trabalho sendo reconhecido. Aqui está ‘entupido’ de gente do bem e o evento foi lindo. Desejo muita saúde, paz e trabalhos com bastante ética. E posso dizer que rolou lindo”, disse.

Logo após a virada do ano, foi a vez de Nando Reis e Os Infernais darem o seu show. A atração mais aguardada da noite levou muitos fãs às lagrimas de emoção. O cantor comemora 30 anos de carreira e animou a virada do ano com músicas do seu novo álbum, “Sei”, e também com canções mais antigas, de desde a fase dos Titãs. Os grandes sucessos, como “Por Onde Andei”, “O mundo é bão, Sebastião” e “Pra Você Guardei o Amor”, foram interpretados quase como um grande coral pelo público presente. Às 2h, a DJ Cris L. assumiu as pick-ups com muito house e eletro.

O cantor Nando Reis disse que passar a virada do ano em João Pessoa foi muito bom, pois ele adora a cidade. “É tão bom estar aqui perto do mar, perto de vocês e nessa cidade linda. O melhor lugar para se estar é em cima do palco e uma ocasião como essa é um marco na vida de todo mundo, é o início de um novo ciclo. A música tem essa ideia de desejo, esperança e renovação, então desejo a todos um 2015 de muita paz”, declarou.

O diretor executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity desejou um 2015 de vibrações positivas e disse que os pessoenses se preparem para uma programação especial no Extremo Cultural. “Janeiro vai ser de muita animação e terá grandes nomes da música nacional e local. Será um grande sucesso, assim como foi o réveillon”, disse.

Estrutura – Para garantir que ninguém perdesse os detalhes da festa, foram instalados quatro telões, dois ao lado do palco e mais dois logo à frente. O palco de 238 metros quadrados foi instalado entre as praias de Tambaú e Cabo Branco e contou com um sistema de som moderno.

Durante a queima de fogos, que durou pouco mais de 10 minutos, houve a sincronização entre o show pirotécnico e musical. Para garantir a segurança de quem acompanhou o espetáculo, os fogos foram acoplados em uma balsa, ancorada a 350 metros de distância da faixa de areia e disparados através de um controle remoto. Além disso, no local foi montada uma tenda com acessibilidade para pessoas com dificuldade de locomoção. A estrutura contou também com a instalação de 150 banheiros químicos e mais 15 adaptados.

Tendas – Familiares e amigos se reuniram em tendas instaladas nas areias da Orla da Capital. Essas pessoas puderam curtir o momento especial com muita segurança e toda a estrutura necessária. No total, 250 famílias se cadastraram junto à PMJP para montar tendas na área reservada pela prefeitura. Este ano, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) instalou cinco postos de acesso à festa, onde foi efetuada a troca dos vasilhames de vidro levados pela população por garrafas de plástico.

Uma dessas famílias foi a da professora Carla Meira. O ritual de passar o réveillon na praia já é tradição entre eles. “Todos os anos nos reunimos para acompanhar a queima de fogos juntos. Acreditamos que essa é uma forma de declarar a união da família e fortalecer os laços existentes entre nós. A festa foi perfeita, muito organizada e com muito brilho. A queima de fogos esse ano foi linda e muito emocionante”, declarou.

Já para a dona de casa Maria da Paz Silva, este foi o primeiro réveillon que ela e sua família passaram na Orla. “Quando eu soube do cadastro na prefeitura para instalação de tendas fui logo correndo garantir meu espaço e aqui estamos. Hoje é um dia de festa e está sendo tudo mágico e novo pra nós. Estamos muito felizes com essa oportunidade, pois antes a gente só via isso pela televisão. Espero que 2015 seja tão perfeito quanto este momento”, disse.

Segurança – A segurança foi garantida pela presença de 100 guardas municipais, 200 policiais militares e 100 bombeiros militares que contaram com um stand, 15 viaturas de combate a incêndio, moto aquática e botes salva vidas. Além deles, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu- 192), esteve presente com quatro ambulâncias, sendo uma UTI móvel de suporte avançado, motolâncias, um posto médico avançado e 24 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem.

Limpeza – Enquanto as pessoas se divertiram, 250 agentes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) fizeram a limpeza da orla da Capital. Logo ao amanhecer, a população e os turistas puderam desfrutar da cidade limpa e aproveitar a praia e o sol.

MaisPB com Assessoria

Leia Também