João Pessoa, 16 de novembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
polêmica

Anitta é chamada de “ingrata” após cortar produtores de documentário

Comentários:
publicado em 16/11/2018 às 21h48

O recém-lançado documentário de Anitta na Netflix já se tornou alvo de polêmica. Isso porque, no projeto que estreou nesta sexta-feira (16), não foram citados dois produtores que trabalharam com a cantora no início da carreira.

Renato Azevedo, o DJ Batutinha, fez questão de lembrar que foi ele quem apostou no talento. “Larissa, você pode até me tirar da sua história. Mas não tem como negar que eu estava certo. Parabéns pela série”, postou.

Já Rômulo Costa garantiu que esperava não ser citado. “O ser humano é ingrato, mas a história está aí e não se apaga. Existem registros como fotos, vídeos, programas e discos”, disse ao “Uol”.

E o dono da Furacão 2000 ainda acrescentou: “E é só ver ou procurar para descobrir onde ela começou a carreira”.

Famosidades

Leia Também