João Pessoa, 09 de novembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
economia

PMJP cria Central de Compras Corporativas

Comentários:
publicado em 09/11/2018 às 13h34
atualizado em 09/11/2018 às 16h34

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, reuniu os secretários e auxiliares, no auditório da Estação das Artes, na manhã desta sexta-feira (9), para apresentar a implantação da Central de Compras Corporativas que será adotada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

A Central visa promover a redução das despesas nas compras realizadas pelo governo municipal, economizando os gastos, além de potencializar as ações de transparência pública.

“A central será muito importante, pois produtos que eram comprados por duas ou três secretarias por preços diferentes, agora teremos a condição de fazer uma única compra, conseguindo preços mais baixos e em maior quantidade”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Segundo o prefeito, a central vai permitir uma maior economia, pois as compras serão em maior volume além de otimizar os processos licitatórios. Através da Central de Compras Corporativas, todos os processos poderão ser acompanhados online, fortalecendo a divulgação pública dos dados da gestão já reconhecida como a mais transparente da Paraíba por órgãos externos.

O início do primeiro processo através da Central de Compras deve acontecer no próximo dia 19, comandado através de comissão da Secretaria de Administração (Sead), desde o Planejamento de Compras até chegar à Comissão Central de Licitação.

O processo conta com reuniões de negociação para definição de quantitativos, realização de pesquisa de preço, análise da comissão, elaboração do edital, análise jurídica e licitação, entre outros.

Durante a reunião, o prefeito Luciano Cartaxo também falou com os auxiliares sobre a aprovação da operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de U$ 100 milhões para a Capital desenvolver o projeto ‘João Pessoa Cidade Sustentável’.

“Será um legado para a cidade, deixando a preparação para a cidade chegar a um milhão de habitantes preservando o que a gente tem de melhor que é a nossa qualidade de vida”, afirmou o prefeito.

MaisPB

Leia Também