João Pessoa, 06 de novembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SÉRIE FENÔMENOS ELEITORAIS

Rafafá usou humor para suprir falta de verbas

Comentários:
publicado em 06/11/2018 às 21h13
atualizado em 07/11/2018 às 14h08
A- A+

Ultrapassando os 13 mil votos na disputa pela Câmara Federal, o campinense Rafael Sousa, conhecido como Rafafá (PSDB), se tornou um ícone na disputa eleitoral na Paraíba. Homossexual assumido, o campinense recorreu ao humor para conseguir chegar ao maior número de eleitores.

Caso tivesse conseguido ser eleito, o tucano poderia dividir espaço com o deputado federal Jean Willys (PSOL-RJ), reeleito para Câmara Federal. Em entrevista à MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, o paraibano afirmou que não aprova a maneira que o parlamentar carioca trata temas relacionados aos gays.

“Jean Wyllys não me representa, não precisa ser tão vítima. A gente tem que impor o respeito, ele adotou uma política de muito vitimismo. Não consigo aceitar”, disse.

Confira a entrevista completa 

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também