João Pessoa, 06 de novembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

Mário Tourinho

O bom senso da CMJP

Comentários:
publicado em 06/11/2018 às 16h33
atualizado em 06/11/2018 às 16h34

Passada a campanha eleitoral e com os ânimos de ordem político-partidária voltando à normalidade, chega-nos o informede que um assunto, que dias atrás causou exacerbações na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) – a concessão do título de cidadania aoentão candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro –tende a um consenso, isto em sintonia com o pensar do próprio Presidente eleito que, sendo governante de todos os brasileiros, seu maior desejo, agora, é o de propiciar a pacificação da nação!

Não se quer dizer que haja consenso para a concessão desse título de cidadania, mas consenso há quanto a que este não é o momento paraapreciação da respectiva proposição. Deixemo-la para “mais tarde”, lá para 2019 quando, como Presidente, Bolsonaro já possa ter comandado ações governamentais tão benfazejas para o Brasil e, consequentemente, para a cidade de João Pessoa!

Prevaleceu, portanto. ao que parece, o bom senso entre os membros da Casa de Napoleão Laureano! E esse bom senso é prevalecente porque cada um dos vereadores deseja o melhor para a cidade e seu povo, e não só para seu partido.

Já se imaginou o quanto seria ruim a capital paraibana a informação passada ao Presidente eleito de que fora aprovada sua cidadania pessoense, mas… não por unanimidade?!… Você, leitor(a), no lugar do homenageado, ficaria contente e motivado para deslocar-se até João Pessoapara receber um título para o qual não houvera consenso?!…

Como cidadão pessoenseque sou e torcedor para que esta cidade seja proporcionadora de felicidades para seu povo, parabenizamos a CMJP por este consenso e sugerimos que, aproveitando umtempo de confraternização como o é o mês de dezembro, confira e entregue título de cidadania, com muita divulgação, aos vereadores que não nasceram aqui, porém, tanto se empenham pelo desenvolvimento da capital paraibana, dando por exemplo o nome do vereador Dr. Luiz Flávio, nascido em Guarabira e há quarenta e sete anos morando e servindo o povo de João Pessoa!

MaisPB

Leia Também