João Pessoa, 23 de outubro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
agressão em festa

Duas policiais civis registram B.O contra policiais militares

Comentários:
publicado em 23/10/2018 às 09h46
atualizado em 23/10/2018 às 09h56

Duas policiais civis registraram boletim de ocorrência contra policiais militares por agressão na Oktoberfest de Blumenau, no Vale do Itajaí, no sábado (20). Conforme a organização do evento, imagens do conflito foram cedidas para a Polícia Militar e Civil, que devem “investigar a conduta de seis profissionais”.

Segundo o delegado Egídio Ferrari, foi instaurado um inquérito na Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Blumenau e as testemunhas serão ouvidas. As duas policiais estavam a serviço e são lotadas na Grande Florianópolis, mas estavam no Parque Vila Germânica para reforçar a equipe de investigação da delegacia da festa.

O responsável pela Polícia Militar no evento, comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Blumenau, tenente-coronel Jefferson Schmidt, informou a reportagem neste domingo (21) que tomava conhecimento dos fatos antes de se pronunciar.

O comandante da PMSC, coronel Araújo Gomes, disse que por envolver duas instituições, a Secretaria de Segurança Pública fica responsável por falar sobre o caso. Por meio de nota, a SSP disse que “trata-se de uma situação atípica e pontual e que já está sendo apurada pelas duas instituições”.

Denúncia de chutes e spray de pimenta

Segundo relato em boletim de ocorrência, registrado na Polícia Civil, as duas policias civis estavam investigando furtos no Parque Vila Germânica.

Elas estariam acompanhando uma vítima de furto, que mostrou a elas um suspeito. Quando as policiais abordaram o suspeito, relatam que a PM chegou ao local e disse ser responsável pela ocorrência.

As policiais afirmam que foram agredidas pelos PMs com “uso de tonfas, chutes e spray de pimenta no rosto”. As denunciantes ainda dizem que foram colacadas para fora do parque, mesmo estando armadas e mostrando os distintivos da Polícia Civil.

Situação será averiguada

O presidente da comissão de segurança da Oktoberfest Blumenau 2019, Marcelo Schrube, informou que ambas instituições estaduais, da Polícia Civil e Militiar, devem fazer suas averiguações internas sobre o caso.

A organização do evento diz que “ocorreu um desentendimento entre os policiais” e está buscando a versão oficial da Polícia Militar, para então se pronunciar.

Sindicato manifesta repúdio

“O Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (SINPOL-SC) a Associação dos Delegados de Polícia (Adepol-SC) vem a público manifestar REPÚDIO à forma truculenta e violenta com que mais de dez Policiais Militares agiram na madrugada deste domingo (20), contra duas Policiais Civis mulheres, que estavam trabalhando durante investigação, em Blumenau na Oktoberfest.
A missão que abarca a função da polícia é defender o cidadão e a sociedade. Durante a investigação de um suspeito da prática de crime de furto durante o evento, mesmo após se identificarem como Policiais Civis, ambas sofreram agressões, envolvendo diversos homens policiais militares que agiram em desfavor de apenas duas policiais civis mulheres.
O SINPOL-SC e a Adepol tomarão as medidas cabíveis e acompanharão o andamento desta investigação para que atos assim não se repitam.
Ademais, o sindicato e a associação prestarão todo o apoio às duas policiais civis, vítimas de agressões por parte dos diversos PMs, prestando todo suporte jurídico e amparo necessário”.

G1

Leia Também