João Pessoa, 02 de outubro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
repudiação

Irã nega acusações da França sobre plano de atentado

Comentários:
publicado em 02/10/2018 às 14h50
AFP / Philippe Huguen

O governo do Irã negou nesta terça-feira as acusações francesas de que um diplomata iraniano teria envolvimento em um plano de atentado desbaratado em junho na França.

“Mais uma vez desmentimos de modo veemente estas acusações, condenamos a detenção do diplomata e pedimos sua libertação imediata”, afirmou o porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, Bahram Ghassemi.

Uma fonte diplomática francesa que pediu anonimato afirmou que o ministério da Inteligência do Irã “ordenou” um atentado, que foi desarticulado, contra uma manifestação da oposição iraniana na França em junho, nas proximidades de Paris.

A França congelou os ativos de dois iranianos e de uma entidade do ministério da Inteligência do Irã em represália pelo atentado frustrado

O ataque de junho tinha como alvo um encontro de partidários da oposição iraniana, que teve a participação de milhares de pessoas, incluindo aliados do presidente americano Donald Trump.

Seis pessoas foram detidas posteriormente em operações coordenadas por forças policiais europeias, incluindo um diplomata iraniano chamado Assadollah Assadi, que está prestes a ser extraditado da Alemanha à Bélgica para ser processado pela justiça belga por este atentado frustrado.

AFP

Leia Também