João Pessoa, 26 de setembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Rússia

Steven Seagal demonstra interesse em se governador

Comentários:
publicado em 26/09/2018 às 15h06
atualizado em 26/09/2018 às 15h07
Divulgação

O ator americano Steven Seagal, que também tem cidadania russa, afirmou nesta quarta-feira que gostaria de ser governador de Primorsky, região do Extremo Oriente Russo banhada pelo Oceano Pacífico e com capital em Vladivostok.

“A família do meu pai é daqui. A cada vez que venho, mais desejo ver a região de Primorsky e me tornar governador”, disse Seagal à imprensa local.

O artista, que viajou a Vladivostok para participar do festival de cinema Pacific Meridian, fez esses comentários pouco após os resultados das eleições para governador de Primorsky terem sido canceladas em meio a denúncias de fraude.

O atual governador da região, Andrei Tarasenko, dificilmente será reeleito devido à grande popularidade do candidato comunista, Andrei Ishenko, que se beneficiou das críticas ao partido governante por uma polêmica proposta de reforma da previdência.

No entanto, segundo a imprensa, a legislação vigente impede Seagal de se candidatar, já que pessoas que têm mais de uma cidadania não podem assumir o cargo de governador na Rússia.

O ator recebeu o passaporte russo em novembro de 2016 das mãos do próprio presidente do país, Vladimir Putin, que depois o nomeou enviado especial para as relações culturais com os Estados Unidos.

“Fui nomeado há pouco tempo, portanto ainda estou em fase de negociações com o Ministério das Relações Exteriores e continuo fazendo o que sempre tinha feito, fortalecer os laços entre os países”, comentou.

Seagal ressaltou que sua missão é melhorar a imagem diplomática da Rússia no exterior, independente do cargo que estiver ocupando.

O ator, de 66 anos e republicano declarado, é um grande admirador de Putin, a quem descreveu como “um dos maiores líderes mundiais”, e viajou para a Crimeia, território anexado pela Rússia, embora os EUA considerem que a península pertence à Ucrânia.

Os avós paternos de Seagal são judeus de São Petersburgo, cidade natal do presidente russo, e mudaram o sobrenome Siegelman para Seagal, além de também terem raízes na Bielorrússia e na Ucrânia.

Outro americano que também obteve a cidadania russa, o lutador Jeff Monson, foi eleito recentemente vereador da cidade de Krasnogorsk, na região de Moscou.

Agência EFE

Leia Também