João Pessoa, 26 de setembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SETEMBRO AMARELO

Presença familiar auxilia na prevenção ao suicídio

Comentários:
publicado em 26/09/2018 às 15h30
atualizado em 26/09/2018 às 17h22

Uma das principais formas de ajudar uma pessoa com pensamentos suicidas é acolhê-la. De acordo com o especialista em terapia cognitivo comportamental Anderson Galdino, a presença familiar e os laços afetivos são fundamentais neste processo.

Na coluna de Saúde, da MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, Anderson explica que as pessoas próximas devem ter uma postura empática, se colocando no lugar do outro sem julgamentos.

Segundo ele, a ideia de que quem pensa em se suicidar é uma pessoa fraca parte de um pensamento preconceituoso que prejudica o processo de cura e muitas vezes pode levar a pessoa a tentar tirar a própria vida.

“Quando percebo que meu amigo tem um sinal, me coloco no lugar dele e me coloco à disposição para ouvi-lo”, indica.

Confira a entrevista sobre Setembro Amarelo e combate ao suicídio

MaisPB

Leia Também