João Pessoa, 12 de setembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
MAISTV

Cidadania a Bolsonaro causa polêmica na CMJP

Comentários:
publicado em 12/09/2018 às 11h10
atualizado em 12/09/2018 às 16h48

Duas propostas apresentadas por vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) causaram polêmica na manhã desta quarta-feira (12). O vereador Carlão propôs a concessão de Cidadania pessoense ao presidenciável Jair Bolsonaro, enquanto Eliza Virgínia requereu voto de Solidariedade a ele pelo atentado sofrido.

Das galerias, movimentos sociais pressionavam os parlamentares a votarem contra as propostas, enquanto outra corrente defendia a aprovação. Já os vereadores Tibério Limeira e Sandra Marrocos se posicionaram contra as homenagens. As duas matérias foram retiradas de pauta por falta de quórum.

“Esse cidadão do ódio e da violência. Este homem que nada fez pela cidade, não merece título de cidadania. Nós não merecemos ter uma pessoa que incita o ódio, que diz que as mulheres merecem ganhar menos porque engravidam. O que está sendo feito na Câmara é palanque político. Jair Bolsonaro merece voto de repúdio da humanidade”, afirmou Sandra Marrocos.

Por sua vez, Eliza Virgínia afirmou que costumeiramente a Câmara concede honraria a figuras que se destacam. “Infelizmente a metade da Câmara se retirou para quebrar o quórum e depois que a sessão foi encerrada retornou comemorando”, pontuou Eliza Virgínia.

Assista entrevista com Sandra Marrocos:

Confira defesa de Eliza Virgínia:

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também